MST, MMG, A Mesma Luta, O Mesmo Rigor No Uso das Palavras E Números, A Mesma Consistência Argumentativa, A Mesma Desvinculação Cognitiva

Manuela Moura Guedes: “A questão do tempo contar automaticamente para se progredir na carreira é injusto para os próprios professores”

eu-sou-o-burro

 

5 thoughts on “MST, MMG, A Mesma Luta, O Mesmo Rigor No Uso das Palavras E Números, A Mesma Consistência Argumentativa, A Mesma Desvinculação Cognitiva

  1. Uma ignorância!
    Porque será que a nelinha sendo como é, tem temp ode antena e deita disparates com os gafanhotos?
    Se calhar é por se rmá jornalista.

    Gostar

  2. Injusto é pouco , M. Moura Guedes. É aberrante !

    Por essa e por outras o reconhecimento social do professor está como está Tudo é dado de mão beijada : seja competente ou incompetente, letrado ou o contrário , inteligente ou… e por aí fora.

    Sabem como progride um docente universitário ? Não é pelo tempo, sujeita-se a provas. Sabem como progride um técnico superior na fp ? Não é apenas pela inexorável passagem do tempo, sujeita-se a provas. Até um ocioso militar para ser promovido tem de se sujeitar a umas provas.
    Um simples operário fabril pode não prestar, formalmente, provas. Mas a entidade patronal não o promove a encarregado sem escrutinar a sua competência profissional. Tenha o tempo de serviço que tiver.

    E os professores do ensino não superior?

    Gostar

  3. Cada vez menos vale a pena perder tempo com esta gente que comenta, que comenta por ideologia, que comenta por soldo, que comenta por agenda pessoal mal resolvida. De destacar que Portugal é um país em que abundam treinadores de bancada, aqueles que sabem tudo sobre a profissão dos outros e provavelmente pouco sobre a sua. Mas é assim que a coisa anda com demagogos governamentais, com a destruição escola pública por políticas neoliberais encapotadas, pelo eduquês tornado cartilha e catequese. E assim correm os tempos.

    Gostar

  4. Há muitos assim. Mal se fala nos profs aparecem os detractores (PAGOS!) do costume.
    Quanto receberão por minuto? Clara Ferreira Alves…… a vítima de misoginia ao longo da sua vida.

    Gostar

  5. Só vejo a impaciência dos jornalistas que acompanham a MMG… é confrangedor. Ela parece que está dopada. O discurso sai a prestações. Um desastre.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.