O Meu Depoimento Para O Público De Hoje (Incluindo As Partes Que Me Podem Dar Nova Denúncia Por Parte De Virgens Ofendid@s)

– Para que escalão progrediu em 2018 com o descongelamento das carreiras? Na prática, em que é que se traduziu essa progressão (vencimento)?

Em 2018 progredi para o 6º escalão da carreira docente Índice salarial 245) legislada em 2007. No mês em que essa progressão teve efeito, recebi 25% do valor, o que correspondeu então a 9,67 euros.

– Em que escalão estaria se as carreiras não tivessem sido congeladas?

Quando as carreiras foram congeladas pela primeira vez em 2005, eu estava no 7º escalão (índice 218) da estrutura então em vigor, a menos de um ano de mudar para o 8º. Por essas regras eu já estaria no antigo 10º escalão (índice 340).
Pelas regras posteriores a 2007 (com escalões de 4 anos em vez de 3), sem congelamento, atendendo a que tive uma bonificação de 6 meses por ter concluído doutoramento em 2007 (com aplicação retroactiva da lei), deveria estar a meio do actual 8º escalão (índice 299).
.
– Com o diploma do Governo só beneficiará do tempo de serviço daqui a quanto tempo? E pelo caminho tem ideia por quantos será ultrapassado?
.
Com a proposta actual, tendo passado ao 6º escalão em Março de 2018, só poderei beneficiar da “bonificação” quando voltar a mudar de escalão, em Março de 2022, com efeitos remuneratórios em Abril desse ano.

Não faço ideia de quantos colegas me ultrapassarão entretanto, mas certamente todos aqueles que acedam ao 6º escalão nos anos de 2019 e 2020 que, desta forma, acederão ao 7º escalão antes de mim, com a correspondente compensação salarial.

– Que expectativas ainda tem quanto à sua carreira?

Muito poucas, porque verifiquei que nos últimos 15 anos as políticas desenvolvidas procuraram, por diversas vias, retardar a progressão dos docentes, mesmo os que obtiveram habilitações adicionais, retirando a toda uma geração a perspectiva da chegada ao topo antes de uma aposentação aos 70 anos. A desmotivação e o desânimo associam-se a uma natural fúria contra quem consegue, apesar dos actos concretos que se conhecem, ter a falta de pudor em falar na “revalorização da profissão docente”.

– Vai estar na manifestação de dia 23? Se sim, porquê? Se não, porquê.

Não estarei porque, depois de um pequeno período de benefício da dúvida há uma década e de mais recentemente ter aderido às greves às avaliações de 2013 e 2018, considero que o sindicalismo docente parou no tempo, perdeu lucidez e insiste em estratégias que, com a actual fórmula política que apoia o governo, são completamente controladas pelos directórios partidários. Para além disso, não me sinto representado por pessoas que não partilham o quotidiano da maioria dos docentes há décadas, não passando de sindicalistas profissionais por opção.

– Que idade tem, quando começou a dar aulas e quando ingressou na carreira

Tenho 53 anos, a dias dos 54, tendo começado a dar aulas em Março de 1987, quando ainda tinha 21. Ingressei em quadro de zona pedagógica em 1998/99, sendo posicionado na carreira, depois de concluir a profissionalização, em Junho de 2000; entrei em quadro de agrupamento em 2005/06.

PG Ler Jun18 (2)

12 thoughts on “O Meu Depoimento Para O Público De Hoje (Incluindo As Partes Que Me Podem Dar Nova Denúncia Por Parte De Virgens Ofendid@s)

  1. Paulo, estando o acesso ao 5.º e 7.º escalão da carreira docente condicionado à abertura de vagas pelo Governo no caso de os professores terem tido Bom na sua avaliação, quer isto dizer que todos os colegas que, entretanto, te ultrapassarão pela via que explicaste irão estar mais bem posicionadas na disputa dessa vagas?

    Espero que me tenha feito entender …

    Abraço

  2. Curioso como não se ousa comentar (nem no face, com like ou not) uma manifestação de interesses diferente da politicamente correta.
    Já em relação ao pequeno grupo S.TO.P. já li os piores disparates. “Uma manifestação faz-se com palavras de ordem, verbalmente e expressas nos cartazes. Cantar, dançar, assobiar, etc, não prestigia esta classe. Observamos colegas a fazer figuras ridículas, que só contribuem para que outras classes sociais, já por si contaminadas, não nos levem a sério.” “Não compreendo a alegria e festa numa situação tão séria” “Parece que estão na festa…Depois querem que acreditem em nós…o que nos estão a fazer é mais para chorar do que para rir,cantar e dançar.”

  3. Mais uma vez, admirável simplicidade e clareza. E com admirável CV. Ninguém fala disso … ainda me lembro da triste da Glória que aqui veio dizer que te limitavas a colar coisas de outros …

  4. Vou fazer 50 anos, estou no quarto escalão e, se tiver sorte, passarei para o quinto em 2021.

    Em bom português, querem que se (…) todos.

    Peço desculpa pelo vernáculo óbvio.

  5. embora comungue com a desilusão e descrença em relação à representatividade sindical, no regime atual mais ninguém é reconhecido como representante, e até isso mudar, tem de se ter uma real politik porque nem a blogosfera, nem as redes sociais, nem os desabafos pessoais são chamados a negociar. Como dizia Deng Xiao Ping, “Não importa que o gato seja branco ou preto desde que cace os ratos”…

  6. Greve as avaliações? Estou a ver outra vez o nogueira a dizer “…agora é parar porque isto esgota os professores e tal e coiso…e tem de gozar as férias. ..”. Onde já vi este filme?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.