Ainda Sobre A Hipocrisia Do Faseamento

Se esta solução (do faseamento em três parcelas) é “melhor” do que a anterior, porque só surgiu ao discutirem as outras carreiras especiais e não ficou logo prevista no decreto dos professores?

Acho que por teimosia e porque, ao chocarem com outros grupos melhor preparados para uma guerra jurídica, decidiram que, afinal, permitir ultrapassagens à descarada era capaz de dar mesmo mau resultado.

Só que… a solução é manhosa, em especial ao criar o mecanismo de “opção” entre fasear a recuperação do tempo ou guardá-la toda para o fim. E ao dar o prazo de 31 de Maio para accionar a tal “opção”.

Porquê?

Porque a verdade é que o faseamento “mitiga” as possibilidades de ultrapassagem e muita gente tenderá a ir ao engodo do que está a ser “oferecido” e, de forma indirecta, poderá estar a legitimar a solução encontrada. Porque quem vai dizer que quer já os 11 meses a meio de 2019, está implicitamente a aceitar a “bonificação” governamental e acreditem que isso será usado em termos políticos logo em Junho. E o governo dirá aos que forem ultrapassados que só o foram porque “optaram” por sê-lo.

Para ser vagamente “justa” (e este termo anda a ser violado de todas as formas e com uma frequência assustadora), a solução deveria contemplar a recuperação do tempo para todos os docentes ao mesmo tempo. Só assim se afastariam as hipóteses de ultrapassagens e, mesmo sendo uma porcaria, daria uma aparência de decência.

Mas não.

O faseamento é um truque “técnico” para apanhar as moscas na teia e contra-atacar politicamente. Não vê quem não quer ou quem já se deixca enrolar por umas dezenas de euros.

Batota

(e nem falo na rematada idiotice do “melhor de dois mundos” do ministro James Simpleton)

3 thoughts on “Ainda Sobre A Hipocrisia Do Faseamento

  1. Nada estará em definitivo. Veremos o que farão os médicos, militares e afins e ,sobretudo,os juízes. Estas classes profissionais já manifestaram que não se contentarão com os 70% do seu módulo padrão.
    À medida que se aproximarão as eleições legislativas e em função da tendência de voto dos eleitores muita coisa poderá mudar.

    Gostar

  2. Tomem nota: não vou pedir, mendigar, requerer ou o que seja, NADA! ZERO! BOLA!

    É óbvio que será uma tomada de posição minoritária, mas convivo bem com isso, depois de há alguns largos anos, após uma reunião geral em que foi decidido ninguém entregar objetivos mínimos e mais não sei o quê, no dia seguinte, após uma CI da Lurdinhas, a maioria vaaaaaaaaaaaaaaaasta dos meus colegas correu para o gabinete do diretor, para entregar a papelada. Tinham filhos, disseram. Depois levaram com cortes e cortes, milhares de euros sonegados, e… aguentaram.

    Quanto mais conheço o ser humano, mais gosto das plantas e flores do meu jardim: são cíclicas, pontuais e «enchem-me» os sentidos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.