Não Me Apetece Especialmente…

… comentar a declaração de voto (abstenção) do PCP sobre a ILC (PCP Sobre ILC). Nada como ser bengala do poder para se ser responsável e criticar posições que, há bem poucos anos, seria a sua base de trabalho e quem não concordasse seria um “traidor à luta”. Daria para rebater parágrafo por parágrafo o que está escrito, em matéria de coerência com o passado mais ou menos recente, mas já não há pachorra. Bastava escreverem: só os “nossos” é que podem reclamar uma qualquer “vitória”, mesmo não existindo.

malandro

(globalmente, a votação da ILC não me surpreendeu minimamente, pois era o previsível, com mais ou menos abstenção, desde que a coisa surgiu a público…)

6 thoughts on “Não Me Apetece Especialmente…

  1. Absteve-se porque lhe faltou coragem para votar contra. Mas, na prática, a coisa vai dar ao mesmo, só que é menos limpa, vamos dizer assim…
    Cada um que tire as ilações que quiser.

    Para o PC, os professores não devem pertencer mesmo “aos trabalhadores”… Será que é por ainda não sermos – com todo o respeito – verdadeiro proletariado? Preconceito vermelho?

    Bom resto de quinta-feira!

  2. As peripécias da ILC são um verdadeiro “estudo de caso”.
    Vê-se o que é a social democracia, o comunismo, a democracia cristã, os ecologistas em Portugal.
    O nojo do socialismo em Portugal.
    Vê-se, sobretudo, o carácter desta gente, sem vergonha, sem sentido de justiça, hipócritas, um nojo…
    Cada um na sua cartilha, mas irmanados pelos piores motivos: hipócritas!
    Cabe aos professores explicar aos seus alunos quer os conceitos base, quer o perfil de todas estas personagens.
    Esta é a sua função de acordo com a pedagogia genuína de sempre e para bem dos alunos e da sociedade do presente e do futuro.

  3. A ILC é o exemplo do exercício consciente da cidadania. Mas esse é exemplo que não interessa dar pois vai dar ideias que não interessam… não são “politicamente corretas” na sociedade vigente…

  4. Pelo contrário. O “não me apetece” significa que não estou para escrever de novo sobre a hipocrisia de um partido onde tenho muita gente amiga, mas que age em forma de manada acéfala quando é para “matar” o que lhe escapa no campo da contestação social e laboral.
    Seria demasiado simples demonstrar que só por estar na geringonça que o PCP não apareceu com uma uma proposta deste tipo.
    Ver o PCP a defender a “responsabilidade orçamental” agora e comparar isso com o que reclamava até 2015 é penoso.

    Já agora, Zulmira, obrigado por ter confessado inadvertidamente que o objectivo do PCP era “esmurrar” a ILC e derrotá-la, mais do que defender os interesses justos dos trabalhadores.
    Se juntarmos isso à vergonhosa campanha contra a greve dos enfermeiros e o desaparecimento de qualquer declaração sobre outras lutas laborais “fora da caixa” temos o quadro completo do que é um partido como os outros em termos de duplicidade.

    Gostou do “K.O.”?
    Ou quer mais?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.