‘Tadinhos Dos Ressentidos

O discurso de Ferro Rodrigues por ocasião das comemorações do 25 de Abril foi de uma capacidade entediante assinalável, ao nível de um qualquer Cavaco. E fez díptico com a sua entrevista ao Público em que se queixou amargamente da forma como os políticos são tratados, nas suas palavras “pior do que cães”.

Isto dito pela segunda figura do Estado, alguém que fez 45 anos de carreira política em Portugal, tendo assento no Parlamento desde 1985, faz pensar em alguém com alguma tendência masoquista. Ser são assim tão maltratados, por que raio estão sempre agarrados ao osso? Eu percebo que Ferro Rodrigues se sinta maltratado por ter sido posto a andar da liderança do PS como foi, a sério que sim, mas se tem alguém de quem se queixar será de parte dos seus camaradas, uns mais amigos da onça do que outros.

Mas há uma parte que eu não gostaria de deixar de sublinhar e que, apesar de ser um fã incondicional de felinos, se relaciona com os cães. Aliás, admiro-me de não ter ainda existido reacção daquele senhor deputado do PAN a este respeito, mas deve ser porque foi a alguma sessão de biodanza.

Eu gostaria de deixar claro que os cães são animais de uma fidelidade adequadamente canina,  diz-se que são os melhores amigos do homem (nada é dito sobre as mulheres e consta que os gatos são mais populares nas identidades de género mais alternativas) e têm imensas qualidade que eu não conheço aos deputados. Os cães de caça trazem-na aos seus donos sem se afiambrarem a um lombo pelo caminho. Mesmo os mais rafeiros são bons guardas e protegem os bens daqueles a quem estimam. Ficam alegres quando os vêem chegar. Não conheço nenhum político, nem os menos maus, que tenha metade destas qualidades, sendo a regra mais a de abocanharem tudo o que podem, detestar a presença próxima de quem lhes deu a mão para chegarem ao poder e são incrivelmente ingratos para com o “povo” que neles delega a soberania no regime democrático, mesmo vivendo décadas à contas do Erário Público para fazer leis em que se amnistiam e ilibam  entre si com generosidade da maioria das aleivosias que praticam com um à-vontade notável.

Portanto, a mim quer parecer que tratar os cães melhor do que os políticos é de elementar justiça. E por maioria de razão penso o mesmo dos gatos que, por experiência pessoal de prolongado convívio, só tratam mal quem não lhes merece confiança.

pieinthe face

(faltou a múmia aníbal, ficou a a múmia eduardo… )

7 thoughts on “‘Tadinhos Dos Ressentidos

  1. Estes indivíduos com lugares tipo cativos e andam a insultar cães.. Uma autêntica vergonha. Mesmo para aqueles que não tenham pedigree….ao menos o sr presidente da ar deveria pedir desculpas públicas aos pobres dos animais.

    Gostar

    1. Grande Paulo !
      Já me ri ! Post tão verdadeiro e escrito de forma tão divertida.
      Estamos todos fartos destas melgas que não “des”largam o osso.
      Destas múmias que se arrastam anos a fio nestas funções. Cheiro a naftalina.
      Fartote !
      Os meus parabéns pela forma como escreves e pelos temas que tão bem consegues escolher.

      Gostar

  2. o meu cão e os meus gatos são tratados como príncipes…ele tem razão, se eu pudesse tratava alguns políticos de uma forma bem diferente daquela que trato os meus bichos:) 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.