Amanhã, No Parlamento

São Centeno irá descer do Olimpo e surgirá aos pobres terrenos com a suas vestes de Harvard e do Eurogrupo para pulverizar, atomizar, vaporizar, quaisquer dúvidas que possam existir acerca dos miles [sic meu] de milhões que acarreta qualquer progressão na carreira dos professores, a qual – em si mesma e nas suas consequências cósmicas hiper-nefastas – é capaz de desequilibrar as contas públicas, coisa que nem as tropelias do oliveira e costa, salgado, vara, cardona e tutti quanti da banca nacional conseguiram.

E tanto mais será assim quanto quem o convocou não foi qualquer partido que defende retoricamente os direitos dos professores para que ele explicasse as suas contas mas sim o PS, o partido dos Porfírios Silvas, para que ele viesse e esmagasse uma oposição inepta e os parceiros radicais da geringonça, agora em disputa final por mostrarem qual deles é o mais útil em final de mandato (o PCP ganha avanço na Saúde).

Centeno trará certezas, mas não necessariamente verdades. Trará números, mas não obrigatoriamente todos. Trará a “despesa”, mas inevitavelmente não trará a “receita” gerada pelos aumentos salariais provocados pelas tais progressões. Centeno Trará o Verbo e o Número, mas não qualquer as Parcelas.

Não se espere uma nova Revelação ou que Centeno tenha uma epifania e decida ser honesto intelectual, estatística ou orçamentalmente. Talvez até consiga, qual ministro da Educação, levantar a voz com irritação e arrogância, ultrapassando os gaguejares e as tibiezas próprias de um génio preso num corpo de comum mortal. Os porfírios e as ex-professoras marias augustas rejubilarão (no último caso com eventual repique de pérolas e fru-fru de alguma seda ou cetim que a chita é d’outrora) e gritarão “Hossana na Alturas que ele Chegou, Iluminou-nos e Exterminou os Incréus e Hereges!”, mas sabem que tudo é uma encenação, uma ímpia aldrabice com selo oficial.

Afinal, os vendilhões tomaram conta do Templo e nunca o largarão com bons modos, mesmo se foram obrigados a lidar com a Dúvida e isso devemo-lo (não exagero) às contas do Maurício.

centeno_austeridade_nao_virada

 

7 thoughts on “Amanhã, No Parlamento

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.