O Pitoniso Da SIC

Nas outras televisões não é muito diferente (incluindo a pública RTP que se diz ter obrigações de pluralismo), mas na SIC é mais visível a forma como para tratar a questão dos professores mais do que analistas se apresentam militantes de um só lado da polémica. Contraditório completamente nulo perante barbaridades em catadupa. Estou a pensar fazer uma sondagem quando ao mais irritante e mistificador, se este se o clássico mst que esta semana já conseguiu inventar mais uns números. Mas o Polígrafo não se preocupa com essas coisas.

IMG_0854

8 thoughts on “O Pitoniso Da SIC

  1. Deduzo que pitoniso (classificação só por si pouco abonatória) seja um pleonasmo.

    O sr. estrunfe-mor dava um bom ministro das finanças de A. Costa… Repetiu e repetiu os 600 milhões e à Centeno disse todo dono da verdade que NÃO HÁ DINHEIRO para os pagar. Face a isto, que eufemismo usar?

    Realmente, hoje em dia qualquer um pode ser comentador na televisão. Até a minha vizinha – pessoa que estimo -, que pouco percebe de finanças e de educação teria um discurso mais sério e isento.
    Há pouco, na SICn, todos, entrevistador incluído, estavam descaradamente vestidos de rosa da cabeça aos pés.
    Jornalismo? Informação? Polígrafo?
    É tudo uma vergonha!!
    Por cá o contraditório está em estado de coma.

  2. Pessoalmente tenho ainda mais respeito pelo deslumbrante Pitoniso, mais enquanto místico da história trágico-marítima lusitana,do que enquanto teólogo aritmético.
    Enquanto teólogo da finanças, o homem parte sempre da existência de D (Dívida, Deus, Despesa) para o A (argumentos, algarismos, fActos)
    O homem é um verdadeiro portento.
    Mas seria injusto que o meu carinho não se despejasse também pelos outros 3 elementos da mesa.
    Depois, também ando muito agradado com o corporativismo de todos os analistas de todos os canais. Uma coisa enternecedora…

  3. Estava a irritar-me solenemente! Então quanto aos números… ui, ui!
    E o outro a dizer que a carreira docente não faz sentido tal como está?

  4. É lembrar que o zezinho e amigos tinham a cargo a revista exame que dizia quem eram os melhores gestores do mundo e arredores. Agora, como sempre, as contas deles são feitas em cima do joelho sem o mínimo de rigor. São até piores que os antigos merceeiros. Não querendo eu ofender esta classe. Depois são cata ventos de servico porque o seu mérito é gravitarem no governo e empresas para arranjarem um tachito mas sem avaliação.

  5. Já lá vai muito tempo em que se identificava a SIC com a democracia e o pluralismo, desde a cerca de 10 anos que tomou partido pela direita, a parcialidade e a ausência de contraditório pululam comissários, a boçalidade e outras manifestações que deveriam envergonhar o seu fundador Francisco Balsemão e a sua identificação com a primavera Marcelina. Valha.nos o canal público de informação, todos os outros servem a estupidez, salvo muito raros casos pontuais de apenas alguns programas. Não se admirem da perda continua para os canais alternativos, e do total alheamento dos jovens e jovens adultos

  6. E o que dizer do comentador Pedro Sousa Carvalho que afirmou com o maior desplante que enquanto os professores atingem o topo da carreira ao fim de 36 anos de serviço, os restantes funcionários públicos só o fazem ao fim de 100 anos?!!!!
    Disse-o sem pestanejar no jornal das 19 da SIC, na sexta-feira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.