10 thoughts on “Hoje, Jornal I – Mentiras De Estado

  1. Mentira. A palavra existe e deve ser usada. Falso, também. Como se repetia no manifesto. A mentira tem mais conotação ética, o que também se aplica neste caso. Aguardo o link.

    Gostar

  2. Ler Teixeira de Pascoaes:
    A Mentira é a Base da Civilização Moderna

    É na faculdade de mentir, que caracteriza a maior parte dos homens actuais, que se baseia a civilização moderna. Ela firma-se, como tão claramente demonstrou Nordau, na mentira religiosa, na mentira política, na mentira económica, na mentira matrimonial, etc… A mentira formou este ser, único em todo o Universo: o homem antipático.
    Actualmente, a mentira chama-se utilitarismo, ordem social, senso prático; disfarçou-se nestes nomes, julgando assim passar incógnita. A máscara deu-lhe prestígio, tornando-a misteriosa, e portanto, respeitada. De forma que a mentira, como ordem social, pode praticar impunemente, todos os assassinatos; como utilitarismo, todos os roubos; como senso prático, todas as tolices e loucuras.
    A mentira reina sobre o mundo! Quase todos os homens são súbditos desta omnipotente Majestade. Derrubá-la do trono; arrancar-lhe das mãos o ceptro ensaguentado, é a obra bendita que o Povo, virgem de corpo e alma, vai realizando dia a dia, sob a direcção dos grandes mestres de obras, que se chamam Jesus, Buda, Pascal, Spartacus, Voltaire, Rousseau, Hugo, Zola, Tolstoi, Reclus, Bakounine, etc. etc. …
    E os operários que têm trabalhado na obra da Justiça e do Bem, foram os párias da Índia, os escravos de Roma, os miseráveis do bairro de Santo António, os Gavroches, e os moujiks da Rússia nos tempos de hoje. Porque é que só a gente sincera, inculta e bárbara sabe realizar a obra que o génio anuncia? Que intimidade existirá entre Jesus e os rudes pescadores da Galileia? Entre S. Paulo e os escravos de Roma? Entre Danton e os famintos do bairro de Santo António? Entre os párias e Buda? Entre Tolstoi e os selvagens moujiks? A enxada será irmã da pena? A fome de pão paracer-se-à com a fome de luz?…

    Teixeira de Pascoaes, in “A Saudade e o Saudosismo”

    Gostar

    1. Gostei de ler Pascoaes. Obrigada! É bom, de vez em quando, fazer uma viagem pelo tempo e sentir quer a sua distância quer a sua proximidade…

      Gostar

    1. E aquela história da insustentabilidade também foi ultrapassada, portanto os partidos não precisam de criar cláusulas de salvaguarda.

      Gostar

  3. Muito BOM!!! e… mais uma vez, um grande obrigada pela postura incansável do Paulo e de outros professores!!!
    Porque nunca mostraram as contas ? – OBVIAMENTE, PORQUE INTENCIONALMENTE ESTAVAM FALSEADAS!!!

    Os partidos, nomeadamente, o PSD e o CDS, reiteraram tê-las pedido ao governo E, IGUALMENTE, reiteraram não lhas terem sido entregues! e… mais não quiseram saber… (Isto de partidos que se gabam e são gabados pelo pessoal técnico, competente, especializado e qualificado que teriam nos seus quadros…)

    – E… NÃO LHES BASTOU (ou pelo menos serviu de aviso),INFELIZMENTE, AS CONTAS que GRUPOS DE PROFESSORES FIZERAM E APRESENTARAM E OS ALERTAS DE VÁRIOS PROFESSORES E MANIFESTOS que LUTANDO CONTINUAMENTE (e, numa luta completamente desigual )CONTRA UMA COMPLETA MANIPULAÇÃO E FALSIDADE DA INFORMAÇÃO EM HORÁRIOS NOBRES – SEM QUALQUER CONTRADITÓRIO, PROCURANDO, NOMEADAMENTE, VIRAR A POPULAÇÃO CONTRA OS PROFESSORES…
    Ao que parece a honestidade e a frontalidade não têm lugar lugar na política e na decisão…

    – Saiu, finalmente o RELATÓRIO da UTAD e… ah,ah, ah…QUE VEM DAR RAZÃO A ESTES PROFESSORES QUE TÊM SIDO INCANSÁVEIS e aos seus números NUM OCEANO DE GENTES DE MÁ FÉ (e/ou incompetência), DESDE os GOVERNANTES, PASSANDO PELAS AGÊNCIAS NOTÍCIOSAS CONTROLADAS, COMENTADORES QUE SE ARROGAM DE GRANDE COMPETÊNCIA, QUE SE JUNTAM AO REDOR DA FOGUEIRA SEMPRE A COLOCAR ACENDALHAS ALTAMENTE POLUENTES …

    – DEVERIAM, NO MÍNIMO, RETRATAR-SE em horário nobre, sentadinhos à volta da fogueira onde colocariam as línguas… mas desejo fortemente que um dia lhes toque a eles… desejo até muito mais que isto mas… não o posso dizer aqui.

    Fico na expectativa (relativa… pois que talvez até gostem de ser usados e encornad** ) do dia de amanhã… da coerência dos senhores deputados e até os do PS que devem (supostamente) saber ler e compreender o que se andou a passar…pelo menos, alguns mais inocentes(?)… votarão afinal como? – na obediência ao partido e aos seus interesses ou na defesa da lei e de direitos de cidadãos que, afinal, não compromete qualquer sustentabilidade??? – OK, OK… eu sei que não é de esperar honestidade e hombridade daquela gente!!!

    Gostar

  4. Artigo muito bom! Claro, objetivo, coerente, assente em argumentação factual e escrito de forma inteligente, perspicaz e esclarecida!

    Muitos parabéns, Paulo!!

    Era bom que saísse em jornais de grande tiragem, com chamada na primeira página.

    Gostar

  5. Será que a verdade ainda é como o azeite? Pelo menos, o Paulo G. tem feito por que as leis da física e da matemática não se alterem… 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.