8 opiniões sobre “5ª Feira

  1. Falta pouco para que os salários de quem trabalha para o estado sejam decididos por sondagens. Mesmo assim, quer.me parecer que o costa haveria de pensar que houvesse mais gente por ele. É que alguns dos que estão por ele nunca votarão PS…
    Ao contrário do que pensam muitos dos paineleiros de opinião a metro que pululam por aí, a inteligência nem sempre se exprime pela velhacaria ou pela hipocrisia. Azar.

    Gostar

    1. É verdade o que dizes Magalhães. Mas também é verdade que os rapazes do PS começam a aperceber-se que não se livram assim tão facilmente do PCP e do BE.
      A velhacaria não pode tudo! E ainda bem.
      O Duarte Cordeiro, espertíssimo , digo, hábil…, já anda com o cestinho dos paninhos quentes na mão.
      Repara no que que diz este caramelo pegnhento, digo, hábil, -e até digo habilidoso. aos extasiados rapazes do Eco:
      https://eco.sapo.pt/2019/05/09/existem-condicoes-para-continuacao-da-geringonca-diz-duarte-cordeiro/

      Gostar

  2. Quem elegeu Sócrates? Não terão sido genericamente os mesmos votantes? Qual é o espanto?

    Em muitos momentos, a racionalidade, o espírito crítico, etc., ficam na gaveta… de quem a tem obviamente.

    Gostar

  3. Toda esta encenação lembra o governo de Socrates… As contas públicas devem estar manipuladas e os bancos do costume devem estar a precisar de mais um balão de oxigénio.
    Triste país!

    Gostar

  4. Não é só as falsidades relativamente aos professores.
    Veja-se a máquina governamental da propaganda relativamente à auditoria do Tribunal de Contas (TdC) que detectou, entre muitas outras, falhas no Programa Nacional do Fundo para o Asilo, Migração e Integração (FAMI), um instrumento aprovado pela Comissão Europeia em 2015 e que permite a Portugal receber verbas comunitárias para financiar projectos e medidas de apoio a migrantes. Uma das conclusões do TdC mostrava que em Julho de 2018 só tinham sido executados 25% das verbas aprovadas.
    Entretanto, como já vem sendo hábito, o governo, através dos gabinetes do Ministro da Administração Interna e da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, já reagiram esta quarta-feira e garantem que não houve qualquer perda de financiamento atribuído a Portugal e que este montante continua sob gestão do Estado Português.
    A “máquina” está e, infelizmente, prevê-se que continue oleadíssima. José Sócrates ressuscitou, aleluia, aleluia.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.