11 thoughts on “5ª Feira

  1. Na mouche!! Até porque as previsões meteorológicas não têm sido fiáveis, etc e tal…

    P.S.: Agora não foi preciso ouvir as bases em estrondosas reuniões nas escolas!

    Gostar

  2. Os sindicatos continuam a luta.
    Ou estão os colegas a esquecer-se do tremendo poder que um autocolante pode ter?
    Até mesmo uma camisola com aquele dístico 9A7M8D (ou lá o que é) pode fazer cair um governo de um momento para o outro.
    Então e manifestar a sua indignação agitando, ao mesmo tempo, uma bandeirinha? Muda tudo, acreditem.
    Conquistam-se Impérios, desabam Nações, milhões de votantes mudam a sua intenção de voto, multidões fogem espavoridas, tudo isto graças a um autocolante aliado a uma bandeirinha de protesto.
    MN já manifestou (pasme-se!) a intenção de, como forma de protesto radical, deixar de beber café todas as manhãs e substituir por chá. Tenho a certeza que, assim, todos nós vamos conseguir recuperar o tempo de serviço, reformar-nos aos 45 anos, alcançar o 11º escalão. Que maravilha.
    Obrigado, sindicatos, digo-o comovido, com uma lágrima já a despontar ao canto do olho. Bem hajas, MN.

    Gostar

    1. Muito bom, José!

      Não resisto a transcrever estás passagens que me fizeram rir:
      “Ou estão os colegas a esquecer-se do tremendo poder que um autocolante pode ter?
      Até mesmo uma camisola com aquele dístico 9A7M8D (ou lá o que é) pode fazer cair um governo de um momento para o outro.
      Então e manifestar a sua indignação agitando, ao mesmo tempo, uma bandeirinha? Muda tudo, acreditem.
      Conquistam-se Impérios, desabam Nações, milhões de votantes mudam a sua intenção de voto, multidões fogem espavoridas, tudo isto graças a um autocolante aliado a uma bandeirinha de protesto.”

      Fez-me rir de uma triste realidade. Não é fácil. 😉
      Obrigada pelo momento de humor! 🤗

      Gostar

      1. Pois é, Ana. Ou brincamos com a situação ou levamos tudo isto a sério.
        E, se levarmos a sério, então a coisa torna-se dramática e faz-nos pensar em que porcaria de sindicatos temos nós.
        E faz-nos pensar no que (não) temos conseguido graças à acção destes sindicatos.
        E faz-nos pensar se não deveria haver uma varridela nos sindicatos, que neste momento são o principal problema dos Professores quando deviam ajudar à solução…
        Bom, talvez seja preferível rirmo-nos deles, já que desconfio que eles se riem (muito) de nós.
        Cumprimentos.

        Gostar

    2. E descobrir esta pérola do sindicalismo português no panfletos da Lista A ao SPGL “É tempo de sermos sindicato”. Faz-nos pensar muito, não é?!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.