20.000 Euros (x2) Em Direitos Parciais De Autor, Mais Uns Milhares Para Conferências E Seminários?

E que tal 3.450 euros para “Aquisição de Serviços de Oradores/Dinamizadores para vários seminários”, neste caso apenas para uma colaboradora residente desde Fevereiro até final de Maio. Para a Faculdade de Educação e Psicologia da Católica vão mais de 6000 euros para o mesmo efeito ´(durante um mês) num dos contratos. Para o Instituto de Educação vão 3.658,53 euros por 38 dias de serviços.

Acho bem que Roma pague aos seus colaboradores.

th_Bean-1

O Meu Aplauso Para O Joaquim Colôa

Que tem uma autoridade acrescida para falar sobre estes temas. O texto é do mural dele no facebook e a sua reprodução aqui foi devidamente solicitada e autorizada.

Dicas para uma liderança em prol da educação inclusiva

– Desconheça que o nosso sistema era caraterizado desde as mudanças do Ministro Marçal Grilo pelo princípio orientador da flexibilidade e pelo princípio organizador da diferenciação pedagógica. Fale destas coisas em público com o entusiasmo da descoberta do que é uma discoteca já em tempo tardio.

– Desconheça que no nosso sistema houve competências essenciais e fale em público das aprendizagens essenciais como se fosse o dia em que finalmente tirou a carta de condução.

– Mostre uma fotografia de uma sala que parece ser de uma discoteca. Escreva que é uma sala multisensorial e diga em público com o entusiasmo de quem tem tudo controlado que é uma sala para onde vão os alunos para acalmarem.

– Mostre uma foto dos putos todos deitados no chão (fica bem se for em círculo) e diga em público que uma das ultimas grandes mudanças para a inclusão foram as assembleias de turma. Não diga que desconhece que essas coisas já se fazem há anos em muitas escolas e turmas para não ofender muitos professores, alguns até já reformados. Ah e diga que no MEM também se fazem essas coisas mas que no seu agrupamento não é bem o MEM, para não ofender o Prof Sérgio Niza de quem já ouviu falar.

– Diga que os alunos planificam e autoavaliam, mas quando mostrar as grelhas para esses e outros fins diga que é parecido com a Escola da Ponte mas que não é bem igual com as coisas que o Prof Pacheco diz, para não criar confusoes que imagina poder haver desde que coincidiu com ele num coloquio ou deu uma vista de olhos pela primeira vez num dos seus artigos.

– Fale em publico da sala de projetos aglutinadores (em momento nenhum fale que desconhece que neste pais já houve áreas de projeto e esquisitices do género), da sala das tecnologias e da sala para a inclusão (de preferência nomeie algumas destas coisas em inglês é mais moderno) não mostre nunca as salas onde estão os multidificientes para as quais comprou o material mais moderno e onde fazem muitas atividades tipo Jardim de Infância independentemente da idade. Se tiver que falar disto fale dos bibes das professoras de como se divertem a fazer bolos e faianças para o natal e páscoa e diga como em nome da inclusão têm um projeto em que os colaboradores, os voluntários, os da disciplina de cidadania ou algo do género lá vão cantar canções e contar histórias.

– Quando falar de avaliação criterial diga logo que só está à vontade na sua disciplina e assim evita perguntas incomodas do que é isso de avaliação criterial… de preferência encaminhe a conversa para os benefícios de haver ou não exames e testes é uma questão demagógica e fica sempre bem como distrator porque dá muita discussão. Não fale de avaliação formativa ao mesmo tempo que mostra todas as grelhas e que se refere em pormenor a todos os códigos e de como o excel deita fora os relatórios descritivos à medida que se muda os tais critérios de que falava antes. Meta o número de uma portaria aqui pelo meio… sabe que ninguém leu e cala toda a gente. Fale em tom mais baixo de feedback para não lhe darem muita atenção e não ter que aprofundar essa coisa da avaliação… Não se mostre surpreendido se alguém lhe disser que as tais assembleias de escola são um ótimo mecanismo de avaliação e de autoavaliação e já agora de feedbacks e autoregulação das aprendizagens.

– Quando falar dos muitos projetos e da sala de projetos não mostre as muitas grelhas (lençóis na minha época em que não havia inovação) que todos têm que preencher igualmente…

Ah e fale com entusiasmo das modernidades do sistema na Islândia onde os alunos se descalçam para entrar na escola.

Ah e nunca se esqueça de referir em público muitas vezes quem são os timoneiros da monitorização desta grande revolução no seu agrupamento (seja o pai ou a mãe desta grande revolução), enfatizando que vai sair para estar com ela/ele e como nunca se cansa de ouvir essa/esse timoneiro da grande revolução.

Ah e para que o rio não fique maior nunca queira saber o que dizem os professores que lidera sobre a realidade… à exceção daqueles que o acompanham às vezes ao estrangeiro e menos vezes a colóquios….

…/… continua

Joaquim Colôa

JColoa

 

O Meu Prognóstico

Ao contrário das multidões que andam a desgostar (e a fazer petições) da última temporada de A Guerra dos Tronos, eu acho-a perfeitamente coerente com tudo o resto e muito bem escrita como as anteriores. E aposto que a Arya Stark fará brilhantemente a folha à Daenerys Targaryen, aquela que se anuncia com um rol de títulos antes de dizer bom dia seja a quem for. Se assim for, pelo menos na ficção teremos direito ao castigo apropriado para quem se sente predestinado ao poder e incapaz de perceber que o mundo continuará a girar por muitos salvadores insubstituíveis que desapareçam do cenário.

arya-game-of-thrones-1068x534

Sondagens

A SIC tenta à força fazer-nos convencer que a “crise dos professores” favoreceu o PS. Os dados não o indicam, mas sim que António Costa se destacou de Rui Rio. Ou seja, justa ou injustamente, o eleitorado compensou aquele que, na aparência, se manteve firme sempre com a mesma posição em relação a quem pareceu perder, por dar a clara sensação de andar aos papéis. Isso não significa que, se o desfecho fosse ao contrário – a vitória da recuperação do tempo de serviço e Costa a ter de assumir o seu bluff – as sondagens não penalizassem exactamente quem forçara a crise. As sondagens, em especial quando auxiliadas na sua “interpretação” por quem as encomenda podem prognosticar muita coisa, em especial depois do jogo ter acabado.

prognosticos-so-no-fim-do-jogo.png

 

Moeda Ao Ar?

Deve ser muito difícil contar os votos das eleições para o SPGL. Dois dias depois, ainda nada se sabe no site oficial. Confesso que – amig@s à parte em ambas as listas – poderiam perder as duas, por razões diferentes. Uma porque é a da ortodoxia nogueirista dos vargas e agentes da remax que deu no que deu em matéria de “luta” e a outra porque apresentou à frente alguém por cujo “espírito democrático” eu tenho uma “estima” muito especial.

Roleta-89319