50%? Quem?

Quem teve promoção desde 2018 não recupera tempo de serviço

Decreto-lei confirma ainda que nenhuma carreira especial recupera mais de 50% dos sete anos congelados.

(…)

O diploma reconhece o tempo aos trabalhadores de carreiras em que a progressão dependa do decurso do tempo, e o Ministério das Finanças confirmou ao jornal que só abrange magistrados, oficiais de justiça, militares das Forças Armadas e da GNR.

O tempo será recuperado em três tranches: um terço a 1 de junho de 2019, um terço a 1 de junho de 2020 e um terço a 1 de junho de 2021.

Em relação os professores, estava previsto que só recuperassem o tempo na primeira progressão após 1 de janeiro de 219. Mas também os docentes vão poder optar pela recuperação nestas três fases. O prazo para poderem optar foi alargado até 30 de junho.

A agora ver se nos entendemos, sem necessidade de grandes explicações:

  • Quem progride em 2019 recebe a bonificação toda de uma vez… pode ficar quieto e pronto.
  • Quem progrediu em 2018 terá sempre a ganhar materialmente com o faseamento.

Ponto final, parágrafo… deixem-se de outros cenários.

Mad-Hatter

 

 

15 thoughts on “50%? Quem?

  1. E o pormenor de este faseamento não se aplicar a quem foi “promovido” em 2018? Não dará azo a uma interpretação artística superior, que considere que somos “promovidos” quando mudamos de escalão? Não haverá nenhum “podre” escondido nesta adaptação à carreira docente? Custa-me crer que, em vez de (no meu caso particular) mudar de escalão em 2022, o possa fazer já no próximo ano graças a este faseamento…

    Gostar

  2. Com a serenidade e a paz de quem está a morrer, deixo duas perguntas:
    O PS terá professores nas suas fileiras?
    Qual o peso deste grupo profissional nas políticas do partido?

    Gostar

    1. Tem sim. Conheço uma que começou recentemente a sentar-se numa das cadeiras da assembleia…andei a perguntar-me como é que ela se sentia a votar contra a contagem do seu próprio tempo de serviço!!!!! Como é possível?

      Gostar

  3. E quem progrediu muito antes, em 2010?

    Vi uma observação interessante de um colega no blogue do Arlindo que passo a citar e a propósito das interpretações das secretarias das escolas. Como nunca há instruções claras, fica à interpretação de cada um. Adhoc. Está montado o circo:

    “Hoje dirigi-me à secretaria da minha escola para saber se podia pedir o faseamento pois parece-me que é a melhor opção para o meu caso. Foi-me dito que ficaria penalizada uma vez que só me contaria 1/3 do tempo a 1 de junho de 2019. Os 2/3 restantes não passariam para o escalão seguinte. A justificação é o artigo 5º – Extensão de aplicabilidade . Para contar os 2/3, segundo a funcionária que me atendeu, no art. 5 devia estar : “O disposto no nº2º e 3º do art. 2 é aplicável…” e não como está: “O disposto no nº 2º do art. 2 é aplicável…”
    Será assim?”

    Gostar

    1. Compreendo as dúvidas da secretaria mas já leram o Dec. Lei nº 36 de 2019 o que regulamenta a contagem dos 2A9M12D só para professores??? É que está lá preto no branco isto:
      “1 — A partir de 1 de janeiro de 2019, aos docentes referidos no artigo anterior são contabilizados 2 anos, 9 meses e 18 dias, a repercutir no escalão para o qual progridam a partir daquela data.
      2 — O tempo referido no número anterior pode repercutir -se ainda no escalão seguinte, em função da situação concreta de cada docente, designadamente no caso do 5.º escalão, independentemente de um tempo mínimo de permanência no escalão.” Parece-me que aqui diz claramente que o tempo pode repercutir-se num escalão e no seguinte para quem está no 5º escalão e não só!!

      Gostar

  4. Neste momento há dois tipos de “esclarecimentos” por parte dos serviços do ME:

    Informalmente, em regra são correctos.
    Formalmente, obedecem às hierarquias e à versão oficial das coisas e são uma lástima.

    Gostar

  5. Para já estou-me nas primeiras linhas do DL 36/2019. E está-me a parecer que a leitura não vai avançar muito.

    Aconselho a leitura do preâmbulo. Discurso demagógico e bacoco, pelo menos num DL. Par além disso, parece a justificação da treta (eufemismo de algo com odor desagradável) que fizeram.

    Deixo aqui uns pedaços da ridícula prosa:
    “O Programa do XXI Governo Constitucional determina como objetivo primordial aumentar o rendimento disponível das famílias. Para os trabalhadores da Administração Pública, este objetivo concretiza-se nomeadamente através «do descongelamento das carreiras a partir de 2018».

    Que famílias são estas?

    “Em qualquer caso, importa reter que a medida agora tomada, de recuperação do tempo de serviço dos trabalhadores integrados na carreira docente, que não se encontrava prevista no Programa do XXI Governo Constitucional, terá, necessariamente, um elevado impacto orçamental que é necessário acomodar, a curto e a médio prazo.”

    Enfim…

    Gostar

  6. Compreendo que haja colegas já preocupados com as migalhas de recuperação, mas não seria ainda tempo para estarmos indignados com o que nos fizeram e a tentar, ainda que seja difícil, contestar, reverter esta situação??

    2, 9, 18 é uma afronta. Ponto.
    E olhem que eu estou no terceiro escalão desde a pré-primária, mais coisa, menos coisa.

    A não ser que depois das primeiras linhas do preâmbulo se anuncie o milagre das rosas. 😇

    Prometo que vou respirar fundo.

    Gostar

  7. Estou no 9 escalão desde Julho de 2010. Só passaria em Julho de 2021. Com o faseamento passaria já este ano? Ainda não percebi….preciso que alguém me explique, como se eu fosse muito burra (se calhar, até sou!)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.