O Grande Ocultador

O Banco de Portugal tem enormes responsabilidades no estado de descalabro a que chegou o nosso sistema financeiro, que apenas se aguenta porque agora basicamente pratica extorsão legal com os depositantes.

Mas o Banco de Portugal tem uma imensa falta de decoro e muita pouca vergonha em matéria de responsabilidade em tudo isto.

Antes de mais, discorda do próprio órgão legislativo em matéria de “interpretação da lei. Adicionalmente, levanta reservas sobre o que pode ser entendido como “grande devedor” de banco para banco, algo que, isso sim, deveria ser uma das suas atribuições.

No entender do Banco de Portugal (BdP) seria pertinente uma discussão jurídica da lei que obriga à divulgação da lista dos grandes devedores da banca que o supervisor não interpreta da mesma forma que o parlamento.

(…)

O supervisor salienta que o título de grande devedor também é diferente de banco para banco e que se trata de um exercício nunca visto na Europa com aquele grau de detalhe e exposição.

Já agora… o que é inédito na Europa se calhar resulta do grau de incompetência e inoperância do Banco central português ser incomparável ao de qualquer outro num país que se pretenda civilizado.

Alcatrao2

4 thoughts on “O Grande Ocultador

  1. Bem, estou a ver que isto é um problema filosófico profundo e de extrema dificuldade e, quiçá, impossível solução. Nem a filosofia analítica da mais hard conseguirá deslindar este problema. Pois ei-lo na sua obscuridade: trata-se de definir o conceito de “grande devedor”. Como delimitar o significado de “grande devedor”. Será um “devedor grande”? E “grande” chega até onde? 1,90, chega? ou devemos dizer “basta”? Pode ser como o Barardo ou pode ser um pouco mais pequeno? Será grande, sim, mas de que tamanho? Daqui até à lua? Daqui até a Marte? Precisa de quantas folhas de excel? E “devedor” o que quer dizer? Quer dizer “ter alguma coisa de alguém”, diz o latim. Pois ora aí está! Que coisa é essa? Muita gente tem coisas de outras. Onde está o critério que me permite saber quando é que estou perante um “grande devedor”? Francamente, achar que isto é simples é coisa de gente ignara. Está-se a ver que isto é investigação para durar anos. Claro que o povo não consegue acompanhar dificuldades de tal gabarito. Chamem-se os PhD deste país (agora há muitos) que isto não vai lá sem uma elite dedicada, sem uma comissãozita de estudo! (Não como aquela que nunca conseguiu calcular os custos das progressões dos professores. Devem ter tropeçado logo nas palavras, claro! “Professores”, o que é isso? Devem estar ainda a pensar no conceito!)

    1. Margarida, grande devedor é o governo do PS, sim do PS, (todos os outros partidos ajudaram a ocultar e a roubar), mas o PS tem, há anos um ódio aos professores, e tenta a todo o custo roubar séculos aos professores. A cada vítima deve 9 anos, 4 meses e dois dias… Agora, é multiplicar por 120 mil… É só fazer as contas como dizia o outro… CENTO E DEZ MIL ANOS?… CENTO E VINTE MIL ANOS?
      Com o PS, regressamos à Baixa Idade Média… P#RRA para tal modernidade!
      “Contas certas” para esta gente é calotes – não pagar a quem devem!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.