Fico Sem Saber Que Título Dar…

… a textos sobre situações extremamente dramáticas que me chegam, em alguns casos com extrema revolta e sem pedido de anonimato. De qualquer maneira, fiquemos apenas pelo primeiro nome, Manuela, da colega cuja situação me chegou primeiro por amiga comum e depois de viva voz, a poucas horas de correr o risco de ficar sem ela, antes de lhe abrirem uma fenda no pescoço, sendo obrigada a escrever num bloco para comunicar, antes de lhe inserirem um dispositivo para o efeito.

Declarada apta para o serviço por uma Junta de Mérdicos, está internada, ficando aqui uma pequena parte do testemunho de uma colega que a tem acompanhado e ao marido.

Ela sofre de insuficiência renal, pulmonar, cardíaca e tem as artérias calcificadas. Como fez muitos tratamentos na sequência de um cancro nos ovários, já não pode fazer mais. Na segunda ou quarta (feira), vão retirar-lhe o tumor. Ficará sem cordas vocais. Parte da personalidade já lhe foi amputada, pois exprimia-se através da voz.

tristeza_2

19 thoughts on “Fico Sem Saber Que Título Dar…

  1. Desumanidade de “humanos” que não merecem o ar que respiram!!

    Animais, na pior aceção que a palavra pode ter. No mínimo, quem decide algo assim, merecia perder a voz para não poder voltar a dizer nada!

  2. “Fico Sem Saber Que Título Dar…”

    Não sou muito destas ‘coisas’, mas era caso para algo como “Há muitos FDP por aí com coração de pedra”.

  3. Um profundo respeito, pelo seu sofrimento da colega.
    Atrevo.me a perguntar aos médicos,: lembram.se do juramento de Hipócrates?
    E ao Sr. Presidente da República, sempre tão preocupados com o sofrimento das pessoas, com visitas surpresa que creio genuínas, se tendo conhecimento destes casos, que ultrapassam todos os limites da dignidade humanas, não denúncia a situação e exige consequências.?
    Não venham os políticos, falar no estado de direito, na democracia ,na melhoria das condições de vida,etc

  4. Um profundo respeito, pelo seu sofrimento da colega.
    Atrevo.me a perguntar aos médicos,: lembram.se do juramento de Hipócrates?
    E ao Sr. Presidente da República, sempre tão preocupados com o sofrimento das pessoas, com visitas surpresa que creio genuínas, se tendo conhecimento destes casos, que ultrapassam todos os limites da dignidade humanas, não denúncia a situação e exige consequências.?
    Não venham os políticos, falar no estado de direito, na democracia ,na melhoria das condições de vida,etc
    Neste país, há muita gente que desespera, o caso das reformas é inimaginável, desculpas esfarrapadas de falte de pessoal, etc
    Forte com os fracos……

  5. Desumano! Desejo que seja devolvida a dignidade e o respeito à colega. Não merecia passar por isto, depois de tudo o que tem passado. Mérdicos de merda sem escrúpulos.

      1. Infelizmente só através da visibilidade mediática se vai conseguindo alguma coisa. Não, não há palavras.

    1. Estes médicos de merda como muitos outros profissionais de merda nos mais variados sectores, público e privado, procedem assim pois a genética não os dotou de inteligência, a vida ensinou-os serem “chico-espertos” e a obedecer sem questionar e a avaliação de excelente promove-os por superarem objectivos…e cagam para tudo o resto…

  6. Quando penso que não podemos descer mais, cá vem mais uma publicação do Paulo.
    Os medíocres ocuparam todo o Poder, seja este mais “maior” ou “menor”.
    O terror em muitos locais de trabalho, a chico-espertice saloia. Berardos com sorrisos discretos ou nem por isso; a impunidade reina sem pudores; o crime compensa.
    Proenças , Cardonas… não sobra quase ninguém.

    Já vai tão longe o juramento de Hipócrates!

    Coitada da nossa colega! Coitados de tantos dos nossos colegas!

  7. Esta história não me sai da cabeça. Há tantos sindicatos e associações de professores que para nada ou pouco servem e que poderiam fazer alguma coisa de útil e dar apoio a estas pessoas, denunciar estes abusos de poder e até mesmo apoio jurídico porque há situações destas de tribunal, sem duvida nenhuma..

    1. Maria,
      Estas pessoas não dão votos. Triste ter de reconhecer e pensar deste modo. Sindicatos ? Interessados apenas nas “molhadas ” e infelizmente estes casos nada contam.
      Como soubemos ? Pelo Blog do Paulo que por sua iniciativa já enviou parte da história ” para a comunicação social.
      Inacreditável tudo isto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.