Simulações

A quem se aplica (claro que não é quem está no 10º escalão):

  • Progrediu até 31 de Dezembro de 2018 (incluindo 2010, 2009…): tem vantagem em fasear.
  • Progrediu de 1 de Janeiro de 2019 em diante: não tem interesse em fasear.

Fim de conversa, porque os casos periféricos e muito específicos são isso mesmo. A regra é aquela e não precisam de perder horas da vida a matar a cabeça. Claro que há que ter em conta a formação feita, as avaliações, mas quanto ao “faseamento” em si, por favor, não compliquem coisas simples.

Beavis and Butthead

31 thoughts on “Simulações

    1. Então esclareça-me o que é que uma pessoa que está na lista e viu este ano ficarem à sua frente 50 colegas, ganha em pedir o faseamento. Sim, porque se é para os que estão à trás de mim não me me ultrapassarem, nem ganho eu, nem ganha ninguém. Isto é, a análise não pode ser individual, se fosse, essa pessoa ia para a frente, mas se todos pedirmos o mesmo, onde está o ganho… para mim só para os cofres do Governo. No entanto, se me quiser esclarecer agradeço. Os simuladores que tenho visto nem sequer aceitam a minha situação (entrada no escalão em 2004).

      1. Duvido. Os professores entram numa lista graduada.
        O que conta é a data de entrada no 4º ou 6º escalões.
        Tudo é muito obscuro, pois não há nada que possa servir de prova a quem consulta as listas.
        Como entraria esse tempo faseado nesta lista?

      2. Margarida, progrediste até 31 de Dezembro passado, pede o faseamento. Se mudas até 31 de Dezembro de 2019, não pedes, porque a “bonificação” vem logo toda.

        Maria,
        Estando sujeito a vaga, em princípio, entra na tal lista… o poder fazer-se “qualquer coisa” conviria ser mais específico…

  1. A verdade é que tenho um desprezo enorme por estas coisas e não nasci para pensar nisto. E depois, prejudico-me e passo por burra. Siga. Não vou ao Arlindo e não considero linear essa análise temporal. Sei bem as perguntas que andaram a fazer sobre avaliações anteriores e os casos específicos e como até tenho o azar de ser um deles, perguntei e tive a (não) resposta e resposta. Obrigada e boas férias.

  2. Não percebo como é que alguém que está a aguardar vaga para aceder ao 7º escalão pode usar esse tempo.
    Será simples? Aceito uma ajudinha.

    1. Como todas estas medidas são avulsas, ou seja, quando se pensou numa forma eficaz de travar a progressão de alguns ( os que estão no 2 e no 4 escalão e, pelo que aqui vejo, os que estão no 6), nem sequer se equacionava ainda a contagem dos tais 2 anos, o que se passa é que as pessoas que foram lesadas -algumas até de forma deliberada, por diretores de escola que manipulavam as vagas atribuindo Muito Bons a pessoas mais próximas e que estando em escalões em que progrediam na mesma tendo apenas o Bom, permitiriam, de uma forma legal o afastamento de outros, as personas non gratas – não têm agora NADA. Na prática, os que foram ou vão parar as listas não têm nada. Há uma nota do ministério em que a senhora que responde as FAQ diz, de uma forma falaciosa, que nós, os que estamos nessa situação, também beneficiamos porque integramos as listas mais cedo. Ora, ainda que seja possível, por exemplo, para quem subisse em 2022, entrando para as listas 2 em 2020, na verdade ninguém sabe quando sairá da lista… Mais, duas pessoas de escolas diferentes podem ter a mesma classificação, 8.7, por exemplo, numa avaliação e uma ter o Muito Bom e progredir, e a outra ter apenas Bom, por falta de percentil e ir parar às listas, morrendo na praia. Por isso, mesmo que dê em nada, desafio a que se faça uma petição para revogar, a avaliação, tal como é atualmente e o sistema de quotas arbitrário em que a menção prevalece acima da avaliação quantitativa.

      1. E repare-se noutro exemplo: quem progrediu ao 4º escalão em 2010, só iria progredir ao 5º escalão em 2021; mesmo com faseamento só progrediria em 2020. Quem progrediu em 2019 ao 4º escalão (ou outro escalão) pode progredir outra vez no mesmo ano, subindo 2 escalões em poucos meses…!
        Resultado: docente com menos tempo de serviço 2 escalões à frente de outro com mais uns quantos anos de serviço nos costados…!
        Foi este tipo de desigualdade criada por este governo com toda a legislação avulsa publicada…

      2. por causa da manutenção das vagas para acesso ao 5º/7º, é que é ineficaz qualquer recuperação de tempo para quem esteja no 4º/6º sem ter tido as classificações ‘lambe-botas’ MB/Excelente…
        na realidade quem está no 7º e acima, tem o maior beneficio com a recuperação…

  3. E a quantidade de reposicionados que não sabem o que fazer e só colocam dúvidas a torto e a direito? E muitos vieram de escolas privadas e esse tempo também conta para a progressão! Como é isto possível???

  4. Gostava de ter resposta mas só tenho dúvidas, à semelhança da colega, Maria Silva, Que já está nas listas só poderá ganhar se for ele e mais alguns a pedir, se forem todos ninguém ganha. na minha opinião as pessoas já incluídas na lista , seja para acesso ao 5º ou ao 7º escalão nem sequer deveriam poder fazer esse pedido, mas como issi serve para o Governo poupar €uros…

  5. As quotas de acesso ao 5 e ao 7 escalões são completamente ignoradas pelos sindicatos em termos de protesto violento.
    Basta ver a diferença quando protestam para os 942…
    Porque será? Hummmm

    1. Ficava-lhes mal, pois eles assinaram o ECD, Lara. Trocaram um último escalão pelo acesso ao 5º
      e 7º.
      Ou então, e como a hora era tardia e havia pizza (com ou sem tinto), assinaram de cruz.

      1. Concordo plenamente e também já me interroguei sobre isso! Sobre esta pouca vergonha a que se chamou o novo ECD e sobre o silêncio dos Sindicatos a tanta injustiça e tanta arbitrariedade! A haver quotas ( e obviamente que não concordo com elas), teria de haver um sistema de equidade, a nível nacional, que respeitasse a graduação de cada docente, tal como acontece nos concursos. Ninguém acredita que os docentes que tudo fizeram e que tudo cumpriram numa escola, mereçam ser avaliados para baixo, apenas porque sim, ou até mesmo que, tendo uma avaliação quantitativamente compatível com o Muito Bom, fiquem com Bom por falta de percentil. Haverá, certamente, escolas em que os diretores têm bom senso e que tudo fazem para não penalizar quem se encontra no 2º ou no 4º escalão, enquanto noutras, o atual sistema de progressões até lhes dá imenso jeito para, manipular as vagas, penalizando, afastando e infligindo a vingançazinha, às vezes, tão desejada aos docentes menos próximos. Como é que os sindicatos não previram isto? Temos, assim, docentes muito bons, cumpridores, cientifica e pedagogicamente muito bem preparados a irem parar às listas, enquanto os outros menos ou igualmente bons a passarem à frente e indiferentes às injustiças dos outros. Dividir para reinar, adoçar a boca a uns e penalizar outros, foi o que o MEC fez e conseguiu fazê-lo com sabedoria.

        Já agora aproveito para reforçar a informação dada pelo Paulo Guinote. Os colegas que progridam depois de Janeiro de 2019 devem pedir o faseamento. Mesmo os que, como eu, vão parar às listas, porque esses, aliás, não têm outra hipótese, esclareceu-me uma pessoa do Sindicato.

      2. Penso que disse exatamente o contrário relativamente à tal história do faseamento…Peço desculpa, já estou baralhada… Sei que no caso das pessoas que vão parar às listas em 2021, como é o meu caso, pois entrei no 4º escalão em 2010 – e há aquele hiato do tempo em que os senhores do governo mantêm o congelamento – no sindicato disseram-me para pedir o faseamento, segundo eles, porque não tenho outra hipótese… Em concreto, acho que, como já disse, nós não beneficiamos de NADA.

  6. Vai-se falando e lendo sobre as histórias/ dúvidas dos colega A ou B, e a conclusão a que se chega é que , e mais uma vez, a educação vive no caos absoluto. Como é possível tanto erro, falta de informação e confusão????
    Já não me lembro de um ano normal.

  7. Caro Paulo, estou a falar daqueles que, como eu, estão presos nos 4 e 6 escalões, desde 2004, 2005 … A mais recente legislação fala daqueles cuja situação sofreu alteração em 2018 ou 2019 e nunca dos 2000 professores afunilados. A minha pergunta era, temos direito a alguma coisa? Não concordo minimamente com uma opinião aqui expressa que dava a entender que haveria alguns de nós que podiam usar o faseamento e assim passar à frente dos outros. Já nos basta a falta de transparência das listas, da responsabilidade das unidades orgânicas.

    1. Maria P., estamos na mesma situação. Eu estou no 6º ( antigo 8º) desde 2004 e entrei este ano na lista de vagas.
      Se a lista é elaborada anualmente e integra os professores com Bom que teriam mudado até 31 de Dezembro do ano anterior ; se a nosso número de ordem tem a ver com a data da mudança para o 4º ou 6º escalão, eu não percebo o que se pode ler em alguns comentários nos blogues. E também não entendo as conversas que tenho tido com colegas que me dizem que a loucura se instalou nas escolas e que os sindicatos andam a ” mandar” toda a gente ( nesta situação) pedir faseamento.
      Os 2 anos e 9 meses, faseados ou não , não alteram em nada a data da nossa última mudança de escalão.

      Assim, acho que há aqui um erro.

      Mas até pode ser meu. É tanta a confusão que já nem sei.

      1. Obrigada, Maria, também me parece. Não quero passar à frente de ninguém, mas também não quero ser apanhada de surpresa por alguém que encontra um vazio na legislação e o aproveita para passar à frente de colegas. Penso que todos ganharíamos em ser unidos. Tinha assumido que só poderia usar o tempo quando mudasse de escalão, mas um post noutro blog fez com que ficasse com dúvidas.

  8. Maria P.
    gostei de ler que não quer passar à frente de ninguém, assim como também quando disse que, se fôssemos unidos, todos ganharíamos. É pouco frequente, para não dizer raro, ver esse tipo de atitude. Muito bem!
    Infelizmente, não a posso ajudar quanto às dúvidas que tem, porque, por motivos vários, não estou suficientemente informada.
    Preciso de dinheiro como toda a gente e as migalhas dos 2, 9, 18, mesmo sendo ofensivas, pertencem-nos, mas não tenho sequer pensado nisso. Talvez esteja errada, mas é o que eu sinto.

Deixe uma Resposta para Maria P. Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.