4ª Feira

A “defesa da classe docente” não passa por ocultar as suas hipocrisias e duplicidades, as faltas de carácter os as bravatas com fraca consistência. A credibilidade não se faz na base do oportunismo chico-esperto ou da demagogia para as bancadas. Não passa sequer por uma add-fantoche ou pela forma como os séquitos se organizam nas ocasiões protocolares. A “corrosão do carácter” causada pelo trabalho nas condições de um “novo capitalismo”, abraçado por boa parte de uma esquerda a querer ficar bem nos negócios, já foi teorizada há muito. Falta teorizar em maior profundidade a encenação que agora se faz de causas apresentadas como moralmente superiores quando não passam de credos de cliques que tomaram e mantêm agressivamente o poder.

napoleao-i-no-trono-imperial

4 thoughts on “4ª Feira

  1. Serviços mínimos
    “A Fenprof alerta também os professores para que estejam atentos às “ultrapassagens que irão surgir”. Docentes com menos tempo de serviço podem progredir mais cedo do que outros com maior antiguidade devido às características deste processo. A possibilidade de opção pela modalidade de recuperação do tempo de serviço “atenuou o problema das ultrapassagens, mas não o eliminou…”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.