Aos 74 Anos Já Estarei Também Na Estratosfera?

Diz que foi docente, mas tem uma memória muito curiosa do que terá sido a sua avaliação, que era “fácil escalar, porque passavam uns aninhos e apresentávamos trabalho”, mas ao mesmo tempo só passava de escalão “se vissem que tínhamos “categoria” para isso, não era só porque o tempo passava”.

A santa senhora nem percebe que o que diz não faz sentido?

Quando eu estava no ativo, era fácil escalar na carreira, porque passavam uns aninhos e apresentávamos trabalho, que era apreciado, qualificado por colegas universitários, por júri. O nosso trabalho era visto à lupa e só passávamos de escalão se vissem que tínhamos “categoria” para isso, não era só porque o tempo passava. Lamento quem não está de acordo ou ache que estou contra a classe, mas acho horrível progredir numa carreira que avalia alunos sem ser avaliada. Acho indecente.

O “jornalismo” já é, literalmente, de esplanada. Nem sei se é indecente se apenas idiota. brain

 

 

(depois da entrevista a JCosta, o I dá-nos outro depoimento de antologia)

15 thoughts on “Aos 74 Anos Já Estarei Também Na Estratosfera?

    1. Que mais nos irá acontecer?

      Já aconteceu! A partir de hoje, Portugal contará com mais uma Ordem profissional : a Ordem dos assistentes sociais , pois então!

      Lembremos que, na sua origem, tais entidades (de utilidade pública) estavam reservadas, apenas, a prestigiadas classes profissionais com formação universitária (médicos, advogados, economistas, arquitectos, biólogos…).

  1. Meu querido Bairro da Madre de Deus. Minha querida Mata da Madre de Deus. Minha querida escola. Muitas aulas neste local pelas 8:30 h.
    E não é que me lembro vagamente desta pistotira ?

    1. Há hábitos difíceis de desenraizar… Talvez por isso, já à época, o Magalhães, não se recorde de a ver pela escola… Afinal, sempre houve diferentes processos de progressão nas carreiras…
      Gente ressabiada com a idade apura…

  2. É hor-rí-vel, rica! É mesmo mesmo hor-rí-vel! Agora mais a sério. A senhora diz o que pode. Toda a entrevista é elucidativa. A questão está em terem-lhe dado voz. Ter sido professora não lhe dá autoridade para falar daquilo que, manifestamente, não conhece. Um jornal ter de ter notícias todos os dias é no que dá. A senhora será tia de quem?

  3. A professoreca… se é que o foi… está senil (… ou como o outro que já não se lembra…) basta consultar a legislação anterior e atual para saber que sempre hpuve Avaliação e que não se progride só por tempo!
    A dita teve foi a sorte de se reformar mais cedo e num escalão onde a maioria de nós nunca chegará… jornalista desinformativo é assim… é o que temos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.