Mas… Mas… Mas… Então A Festa da Doutora Maria De Lurdes?

Não chegou ao primeiro ciclo? Deixou a rede pública a várias velocidades, só favorecendo alguns filhinhos d’algo enquanto as taxas autárquica das capital só servem para obras de fachada para turista ver, enquanto muitas escolas caem aos bocados? Mas disto não falam as senhoras e senhores da “inclusão”. A esquerda-caviar no seu melhor, com o delfim do costa a mostrar como (não) se deve fazer.

Um terço das escolas lisboetas analisadas está em mau estado de conservação

Shame

Estratégias “Infalíveis”

Se não chega esvaziar o currículo, reduzindo o tempo de disciplinas “enciclopédicas” a favor de transversalidades com “positiva” quase obrigatória, se não chega alargar os critérios de transição, se eliminar as provas finais e exames pode ainda deixar espaço para a avaliação interna menos domesticada, então nada como optar por “currículos curtos” nas disciplinas mais problemáticas, como a Matemática, para garantir “sucesso”. Nada como arranjar os “peritos” certos. Não andará longe o tempo do currículo extenso em “Educações para a Treta I, II e II”.

lapisviarco.tabuada

(o programa de Matemática está desajustado? não será por falta de remendos nos últimos 15 anos… todos validados por “especialistas” e “peritos”)

 

4ª Feira

Dois já parecem estar despachados. A Alexandra no Ribatejo e o Tiago no Minho. Falta o João. Até pode ser que seja em Lisboa ou Setúbal, mas a minha crença é que, mesmo eleito, só parará além-Pirenéus.zandinga