Leituras de Verão

Porque o tempo escasseia e há que limpar as sinapses. Até porque o Norma da Sofi Oksanen (que há uns dias por aqui sugeri) é daqueles difíceis de digerir. Quanto a escrita, nos próximos dias talvez apareça um texto que me deu bastante gozo escrever para o Público acerca daqueles que considero três dos mais graves défices do nosso sistema educativo.

 

2 thoughts on “Leituras de Verão

  1. Acho que há e haverá sempre forma de lutar, mesmo que quase ninguém veja. Essas são as lutas mais difíceis.
    Quando não cedemos e não desistimos do que está certo. Mesmo quando custa. Sobretudo quando custa.
    Eu hei-de lutar sempre porque acredito na construção de um mundo mais límpido e gostaria que os meus alunos, alguns, pelo menos, também acreditassem. Mesmo contra todas as evidências.

    E encontrar ainda a seriedade, a lisura, a decência, a honra.
    Obrigada pelo seu Quintal, Paulo! Boas férias para todos!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.