Nunca, Em Tempo Algum, Me Ocorreu Que Augusto Santos Silva Defendesse Interpretações Literais das Leis…

… menos quando é da sua conveniência. Confesso que ASS é assim uma espécie de híbrido entre um maquiavel de 3ª fila e um mazarino sempre em busca de um rei que precise de eminência pardacenta.

Augusto Santos Silva: “Seria um absurdo uma interpretação literal da lei”

Bucket

10 thoughts on “Nunca, Em Tempo Algum, Me Ocorreu Que Augusto Santos Silva Defendesse Interpretações Literais das Leis…

  1. Concordo com o retrato psicológico e político! Quanto às declarações do personagem, pergunto se ele sabe o que é que é absurdo ou quem é que está a enganar. Tantas dúvidas! Precisam de um professor? Não era má ideia! De lógica para lhes explicar o que é um absurdo, de filosofia, português ou história para ensinar a redigir leis com clareza, de ética para que compreendam palavras como “princípios”, “valores”, “respeito” “causa pública”… E podíamos continuar… Mas contra a má-fé não há remédio.

  2. INACREDITÁVEL. O Goebbels do Sócrates a afirmar que a LEI é o que cada um quiser!
    Miserável povo, pois esta criatura só é ministro porque o povo assim quis.

  3. Este indivíduo é um asqueroso….mas pronto…. não há maneiras de um estado se livrar deste tipo de indivíduos….em alguns países nórdicos ou do médio oriente estaria em maus lençóis.

  4. Mas qual é a novidade?
    – Apenas o facto do homem se ter descaído e ter verbalizado a prática habitual! – a todos os níveis de decisão (central/ regional e local) e TODOS os sectores da administração pública…
    Isto é um país FEUDAL, de polvos com abundantes e longos tentáculos que vivem à custa do nosso trabalho e impostos, onde a lei serve o “ar de democracia” e eles se servem do “maná” e de QUALQUER “janela de oportunidade” ( e, se não as vislumbram: criam-nas), completamente impunes , sempre com ar ” doutoral” e de um pretensiosismo execrável a dar lições de moral a que é sério/ honesto e trabalhador!

    Esta gente tem que ser posta na rua e se necessário pedimos ajuda aos islandeses para virem ensinar a governar um país para o BEM PÚBLICO…
    …o outro bem que dizia que isto era um protectorado ( só que o dizia com subjugação à troika que defendia) … Ao menos…um “protectorado” sob a égide do BEM PÚBLICO, DA IGUALDADE ENTRE CIDADÃOS E, condição sine qua non, PENALIZAÇÃO DO SAQUE!

    Como é possível que os Portugueses não percebam as razões da sua pobreza???

    1. E… a força com que voltam a atacar a malta com a regionalização… A ganância é grande, o saque pode ser bem maior e as clientelas são muitas !!! Tudo, SEM UM PINGO DE VERGONHA!!!

  5. E… a força com que voltam a atacar a malta com a regionalização… A ganância é grande, o saque pode ser bem maior e as clientelas são muitas !!! Tudo, SEM UM PINGO DE VERGONHA!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.