A Lei Da Greve Até Pode Continuar A Existir Formalmente…

… mas na prática morreu. Como naqueles regimes em que existem formalmente eleições, mas em que os resultados calham sempre à casa, neste momento só existirão greves, no sector público ou privado, quando não perturbar quem manda nos cordelinhos dos serviços máximos e da requisição civil (ou dos militares). E tudo no turno das “esquerdas”. Fosse isto no Brasil do Bolsonaro (ou na França ou Itália) e já haveria aí alminhas a gritar contra o regresso do fascismo. Por cá, até há sindicalistas a aplaudir, de forma mais ou menos encoberta. Ou artigos disparatados (tipo bssantos há dias) contra uma anémica extrema-direita que dificilmente faria pior do que isto.

À meia noite eram três governantes (incluindo aquele do ambiente que nem se percebe se foi o que estava mais à mão), em directo ou diferido nas televisões a lavar-nos mais branco o fim de um dos princípios da liberdade.

Wall

 

34 thoughts on “A Lei Da Greve Até Pode Continuar A Existir Formalmente…

  1. O ” espírito estado novo”, está de volta.
    Deus pátria & família.!
    A nova “união nacional”, não dispensa a reedição da FNAT, para
    alegria dos trabalhadores…
    Consta que o IN, é um “grupo de turras”, armados de volantes até aos dentes.
    As gloriosas forças armadas e demais instituições da nação, estão preparadas para defender o leal povo.
    A bem da nação…

  2. Nunca esquecer que a lei que define os princípios a que deve obedecer a requisição civil (Decreto-Lei n.º 637/74) foi aprovada num Conselho de Ministros do Governo liderado por Vasco Gonçalves… Sempre a esquerda…

  3. Basta ouvir Marques Mendes e Paulo Portas: é preciso manter tudo mansinho e controlado.

    Professores, enfermeiros e camionistas: foi um arraso crescente.

    Que tal, da próxima, articularem-se e parar esta trampa toda a sério?

  4. As causas fracturantes, os trabalhadores, o povo….essa já era . A CGTP já foi…tornaram se burgueses e o governo alegadamente vai dando algumas benesses. QUAL TRABALHADORES QUAL QUÊ? HOJE É TUDO COLABORADOR. nao são funcionários….ora se não colaboras vais embora.!!!!!! E não recebes nada…..

  5. A liberdade pode também, estar a morrer.

    Não há oposição,
    os tribunais e magistraturas são lentos, fontes de legitimação e endereços para resolver questões políticas,
    o poder legislativo regula questões de ética e decência política (nepotismo legislado!)
    os sindicatos clássicos estão mudos e quedos
    ausência de “checks and balances”
    comunicação social sem iniciativa e inerte – publicita apenas o que quem tem algum poder tem interesse em publicitar
    Sistema universitário e diplomático endogâmico
    Agentes de cultura dependentes, vassalos e acríticos
    Centenas de municípios com múltiplos poderes fáticos
    Quantidades gigantescas de ópios vários na comunicação de massa
    Vigilância da linguagem e autocensura / politicamnete correto postiço

  6. O oportunista da antram vem falar em nome dos portugueses, em meu NUNCA. Ainda afirma que a greve é “contra os portugueses”, qual é a greve que não afeta as populações?
    Estratégia de manipulação barata. Concordo em absoluto com o Paulo, se isto fosse no Brasil…já havia manifestações dos intelectuais de esquerda…

  7. A lei da greve e as greves resistiram às trinta e duas requisições civis que foram decretadas desde que foi aprovada nos idos de 74.
    O dado novo é o burburinho acerca da necessidade da sua revisão. Se ela apenas funcionasse do ponto de vista formal o burburinho, vindo de quem vem, seria incompreensível.
    Há à esquerda quem denuncie este aproveitamento e o imenso coro de vozes que o têm apadrinhado.

    1. Serviços mínimos, requisição civil?!
      Que importa?
      “A lei não é para ser lida literalmente”, Augusto Santos Silva, ministro deste governo.

      1. 32 requisições civis em 45 anos demonstra que está longe de ser algo comum. E seria interessante fazer-se uma cronologia da sua aplicação… tenho a sensação que, em média, há quem ganhe de longe no uso desse recurso.

  8. Este Costa é um ditador mascarado de socialista! Comeu os comunas, comeu os bloquistas, comeu o PSD, com um líder miserável apenas interessado em ser vice de Costa, comeu os juízes, dando-lhes ordenados chorudos, comeu os militares, comeu as polícias, dando-lhes promoções e tempo de serviço. Este PS faz tudo o que quer, põe primos , manos, sobrinhos, irmãos, pais, filhos e boys nos cargos estratégicos do estado, minaram a máquina por dentro e preparam-se para o assalto final com a maioria absoluta. Espero que os portugueses abram a pestana a tempo, caso contrário voltamos ao tempo de Sócrates.
    as centrais sindicais comportam-se como fizeram com os professores, deixaram o STOP sozinho na luta do ano passado, estão comprados, veja-se o palacete que a CGTP recebeu da câmara de Lisboa o ano passado por 50 anos a pagar pouco mais de 1000 euros de aluguer semanal, depois de terem lucrado cerca de 4 milhões com a venda de 4 edifícios sede.
    Este cheiro nauseabundo que intoxica o ar, que mina a democracia está no ar e prepara-se para contagiar a maioria dos portugueses.
    Não esquecendo a comunicação social dependente de subsídios do estado.
    O caminho está aberto para o populismo!

  9. Não posso deixar de manifestar o meu incómodo com tudo o que se vem passando e que o Paulo aqui tão bem analisa e critica, bem como outros comentadores que aqui deixaram o seu testemunho.
    É um verdadeiro nojo este matraquilhar diário da comunicação social contra os sindicatos e os grevistas e o papel primário do governo no seu boicote mascarado por trás da defesa do interesse nacional.
    Como democrata não posso pactuar com o abuso de poder de que os motoristas estão a ser alvo, bem como outras profissões que – sob o subterfúgio da definição de serviços mínimos que começam a ser máximos – começam a ver-se privadas de exercer o mais elementar direito, a greve.
    A greve dos motoristas é justa, mais que justa, por isso todo o meu apoio, nem que tenha de ficar apeado e sem combustível no depósito.
    Abaixo a antran e o governo.

  10. Como referi em comentário anterior, ESTÁ ABERTA A CAIXA DE PANDORA”

    O MISERÁVEL GOVERNO PORTUGUÊS BEM PODE VANGLORIAR-SE DESTE SEU EMPREENDEDORISMO NA EUROPA DESENVOLVIDA!!!

    PERANTE ESTE ATENTADO GRAVÍSSIMO, CONTINUAMENTE EM DESENVOLVIMENTO, SEM QUE OS CIDADÃOS CONHEÇAM OS VERDADEIROS FUNDAMENTOS DAS DECISÕES (não, não chegam as palavras… divulguem os relatórios das entidades COMPETENTES):

    ONDE ANDA A CGTP???
    ONDE ANDA A UGT???
    ONDE ANDAM AS MUITAS ASSOCIAÇÕES SINDICAIS DESTE PAÍS???

    DEVERIAM ESTAR AO LADO DESTES MOTORISTAS!!! IR PARA OS LOCAIS DAS CONCENTRAÇÕES !!!

    ONDE ESTÁ O PCP???
    ONDE ESTÁ O BLOCO DE ESQUERDA???
    ONDE ESTÃO AQUELES QUE, SUPOSTAMENTE, DEFENDEM OS TRABALHADORES DESTE PAÍS???

    O QUE JÁ FIZERAM DESDE QUE ESTA HISTÓRIA COMEÇOU??? O QUE JÁ EXIGIRAM AO GOVERNO PARA QUE O PATRONATO CUMPRA A LEI (a bem dos trabalhadores e de todos os cidadãos deste país) em vez de MANIPULAREM, livremente, ESTRATÉGIAS DE FUGA AOS IMPOSTOS???
    OS PRÓPRIOS PARTIDOS JÁ FIZERAM QUEIXA PARA O MAGISTÉRIO PÚBLICO? PARA A ALTA AUTORIDADE DO TRABALHO??? PARA A INSPECÇÃO GERAL DE FINANÇAS???

    NADA DISTO É LABORAL, NADA DISTO TEM A VER COM A PREOCUPAÇÃO COM OS PORTUGUESES, NADA DISTO SE CONSUBSTANCIA EM JUSTIÇA, EQUIDADE, NECESSIDADE DE GARANTIR SERVIÇOS AOS PORTUGUESES!!! – TUDO ISTO É, TÃO SÓ, POLÍTICO E FINANCEIRO!
    COM A MAIOR DAS LATAS USAM OS PORTUGUESES PARA CONSEGUIREM OS SEUS INTENTOS!

    EM MEU NOME NÃO FALAM, QUE EU NÃO LHES DEI AUTORIZAÇÃO PARA TAL!!!

    ISTO MERECIA QUE TODOS VIESSEM PARA AS RUAS… EM FORÇA, FORTE E FEIO… QUE SETEMBRO POSSA TRAZER SURPRESAS …

    AFINAL ESTÃO A ROUBAR-NOS DIREITOS!!!

    AFINAL ESTÃO A ROUBAR DIREITOS AOS NOSSOS FILHOS E NETOS QUE VIVEM NUM MUNDO DE CRESCENTE EXPLORAÇÃO!!!

    AFINAL, A ÚNICA PREOCUPAÇÃO QUE ESTA GENTE TEM ACERCA DAS GERAÇÕES VINDOURAS, É QUE POSSAM SER BEM EXPLORADAS (PARA OS MESMOS CONTINUAREM A PODER ROUBAR) SEM QUE POSSAM ABRIR O “PIO” E SEM TER MECANISMOS DE LUTA (quando muitos morreram por eles) PARA UMA VIDA MELHOR!

    VAMOS FICAR QUIETOS???

  11. Cada um de nós tem direito à sua opinião, uns a favor e outros contra. É legítimo.
    Gostaria apenas de me concentrar naquilo que não é do foro da opinião, porquanto não ser subjetivo.
    Temos 3 partes neste conflito, os trabalhadores (sindicato), o patronato (antran) e o governo. Os primeiros lutam por uma melhoria da qualidade de vida, tendo do lado deles a própria lei. Os segundos a inquinar o conflito (dizem ser uma greve contra o povo português) como forma de levar terceiros a esquecer a miséria (e injustiça) do esquema montado com as remunerações (fuga aos impostos do estado e ao sistema contributivo dos trabalhadores). O governo a utilizar os instrumentos que a democracia dispõe (por isso legítima) para apagar o direito que assiste aos trabalhadores. Facto objetivo? Os trabalhadores são uns malandros e só têm mais que se sujeitar a serem escravizados. O patronato pode contornar a lei e da sua atuação ninguém fala. O governo utiliza a lei para quebrar a greve, em desfavor dos trabalhadores e não utiliza a lei para terminar com a fraude do patronato.
    A luta é desigual e os trabalhadores dificilmente terão sucesso. A minha admiração por quem luta sem medo contra as injustiças e pela melhoria das condições de vida.

    1. “Gostaria apenas de me concentrar naquilo que não é do foro da opinião, porquanto não ser subjetivo.”

      Não entendi o seu conceito do “não é do foro da opinião” e o “não ser subjetivo”.

      Tudo o que escreveu é opinião e é subjectivo.

      1. Perdeu-se na cegueira do que defende.
        Tente ler no método, no eixo dicotómico que une o pólo molar (subjetivo) e o molecular (objetivo) e perceberá.
        Vamos ao objetivo: mostre, num minuto que seja, onde o governo atente ao patronato pelos atropelos que faz à lei; mostre, num minuto que seja, onde o patronato seja escrutinado pela sua cota de responsabilidade por aquilo que se está a passar.

  12. E agora vou deixar aqui um registo da minha opinião, logicamente subjectiva e também legítima.
    Vou concentrar-me no advogado Pardal Henriques.

    O advogado Pardal Henriques está a conduzir os trabalhadores para uma situação de derrota , o que é preocupante para todo o movimento sindical e laboral.Enquanto isso, a direita está a concentrar-se na revisão do direito à greve, mais adequada ao sec.XXI. Mais flexível, como na educação….

    O advogado Pardal Henriques está a querer ganhar espaço a nível pessoal e político, enganando e usando os trabalhadores que o seguem em desespero de causa.

    O advogado Pardal Rodrigues está a tratar da situação com uma ligeireza mais do que evidente. A última que lhe ouvi é que os trabalhadores podem continuar em greve durante 1 ano. Expliquem-me como tal é possível?

    O advogado Pardal Rodrigues é o Populista do momento.

    O advogado Pardal Henriques é tudo isto e, principalmente, isto:

    1. Pensava que tinha existido um plenário sindical em que a greve foi aprovada por unanimidade ou perto disso.
      Pensava que o advogado Pardal Henriques fará o que bem entende, pois até foi eleito para o cargo pelos motoristas, assim como o advogado André de Almeida foi contratado pela Antram.

      Eu gostava era que a comunicação social não estivesse quase toda (quase) concentrada há semanas numa pessoa, “esquecendo-se” de outras e das suas ligações políticas e familiares ao governo.

      1. Isto de plenários sindicais e de unanimidades dá para uns casos e também para outros: e se for de professores e sindicatos?

        O sr advogado André de Almeida é o advogado da parte patronal e faz o que é suposto ter de fazer.

        A questão que coloquei foi a eleição do sr advogado Pardal Henriques para defender e conduzir a luta dos camionistas de matérias perigosas.

        A comunicação social faz o que a mandam fazer, na maioria dos casos.

        O que não entendo é que se a Cs está toda concentrada numa pessoa, como refere, aqui se faça o contrário para manter uma espécie de “equilibrio”, metendo tudo na mesma mala ( Loius Vuitton ?)

        Concedo numa questão já abordada: O sr advogado Pardal Henriques, como o outro que dizia viajar em económica para poupar dinheiro ao Estado, apanhou a onda e viaja de trotinete para poluir menos..

        Esta imagem é green e muito blue collar.

    2. Ora que bem, “vou concentrar-me no advogado Pardal Henriques”.
      Qual o interesse? O advogado é somente o assessor técnico que acumula com o de porta voz.
      O interesse está nas razões que levaram à greve. O que opina sobre isto?
      Por outro lado, não será o advogado do patronato que os anda a enganar?

      1. O interesse é que me interessa que os camionistas consigam o que pretendem porque justo.
        O advogado do patronato não é suposto “enganar” os trabalhadores?
        O que não é suposto é que o “simplesmente” assessor técnico (?!!!) que “acumula com o de porta voz” os ande a enganar por outro lado.

  13. Luís Marques… não frequento plenários de professores, nem sou sindicalizado, mas parece-me que, talvez pela quantidade de gente e sindicatos, o unanimismo seja mais complicado de obter.

    Para além disso, escapou-me o sentido da analogia ou a sua relação com o que escrevi.
    Os sindicatos de professores são, em regra, representados por sindicalistas de carreira 🙂

    Penso que o advogado PH explicou a relação pessoal e familiar com os camionistas.
    Mas… mesmo que assim não fosse, não poderia ter o mesmo papel do que o representante da Antram porquê?

    Tem sinais exteriores de riqueza?
    Mmmmm…. e?

    Eu também vejo sinais exteriores de riqueza em quem, à primeira vista, não tem ocupação que o explique. Ele parece ter ocupação para além de porta-voz dos camionistas.

    É pago directa ou indirectamente, como já li algures, pela “ultra-direita internacional”?
    A sério?
    É investigar como com o crowdfunding dos enfermeiros que revelou que as acusações eram infundadas.

    É candidato pelo partido do Marinho Pinto a qualquer coisa?
    Não abona muito em prol da sua inteligência… e não era o MP um grande defensor dos direitos dos pequenos arguidos e mesmo do engenheiro Sócrates?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.