Quem Se Mete Com O PS…

… se não leva é “dissolvido”. A ameaça passa dos corpos sociais da Ordem dos Enfermeiros para o sindicato dos motoristas que mantém greves. Que ameaça terá sido feita a outros para meterem a viola no saco? Que os mandariam de volta para as escolas cumprir a missão que tanto dizem adorar?

E ainda há inteligentes que dizem que o exercício do direito à greve não está em risco.

Ministério Público pede dissolução do sindicato de matérias perigosas por causa de Pardal Henriques

censura

(porque isto das leis serem interpretadas literalmente ou não depende muito de quem tem os cordelinhos da forca na mão…)

17 thoughts on “Quem Se Mete Com O PS…

  1. Esse nem é o problema. O problema é que quando a factura da geringonça for apresentada vamos amargar. O curioso é que parece que o mundo inteiro quer seguir pelo mesmo caminho.

    Gostar

  2. Houve um sindicato que se safou e muito bem. Ameaçou com greve (de legalidade duvidosa), manteve a greve marcada para 9 meses depois e, não obstante, conseguiu aumentos.
    Uma mão lava a outra. Pulhas.

    Gostar

  3. (…) Que os mandariam de volta para as escolas cumprir a missão que tanto dizem adorar?(…)

    Mas existe dúvidas que estão constantemente a serem “relembrados” que têm de andar com a bolinha abaixo do radar?

    O lema é:
    “Quem se mete com o PS f0de-se!”

    Agora ou daqui a um bocadinho mais à frente!

    Gostar

  4. Confiram lá acerca da legalidade ou ilegalidade da coisa rapidamente. É que o Pardal Henriques já foi solicitado por mais 15 sindicatos independentes e é cabeça de lista pelo Porto pelo partido de Marinho Pinto cujo nome agora não me lembro.

    E isto dá um trabalhão ao advogado.

    Gostar

    1. Mais um dr a mudar de posição como posição de cidadania:

      “Seis meses após ter saído PAN, André d’Azevedo decidiu “tomar uma posição de cidadania” e anunciou que apoia o Iniciativa Liberal.”

      Gostar

      1. Vergonhoso!
        Aqui estão os resultados objetivos dos chorudos aumentos dos juizes.
        Não há aumentos grátis.
        As centrais sindicais “ sovietizadas” a aplaudir.
        O funcionamento da “coisa” até é simples: oferecem-se chorudas mordomias a uns quantos (juizes…, o PR já anunciou que haverá tb para os militares…) para garantir que o
        que foge ao controlo seja ilegalizado, dissolvido, apagado. Qual a diferença deste comportamento com o que se passa na Venezuela
        Não acordem, portugueses, não!!!!

        Gostar

  5. A única carreira especial, que interessa, para o Sr. presidente do conselho é a dos Sr. juízes & magistrados. A única que não capturou o estado, foi capturada.
    Como diziam os antigos …pessoal bem tratado é meio caminho andado!!
    De resto o caminho exenoravel ,
    educação low cost, saúde low cost,seg social low cost, demais serviços públicos low cost, direitos dos trabalhadores low cost…..
    Está estranha ” união nacional”.

    Gostar

  6. Não resisto, ouvi agora o PM afirmar que a motivação dos professores são, só, os alunos!!!!!!
    Agora não somos professores, somos missionários!!!!!
    A nossa família vai alimentar-se e viver na Missão!!!!
    CRÁPULA !

    Gostar

  7. Desculpem mas vou usar o comentário que fiz num jornal… o que se está a passar é demasiado grave para que os portugueses continuem a ignorar:

    “No ano passado, c/a greve dos professores foram cometidas ilegalidades a começar na própria tutela (até houve um acórdão do Trib. da Relação em Set.) – não, não eram desconformidades- e o M.P. esteve a BORRIFAR-SE!!! -TUDO CALADO!

    Se isto não é perseguição política, a favor do Patronato, movida por uma instituição pública, a DGERT que actua na dependência do governo, não sei o que é.

    Já agora esta instituição tem tido tempo para se dedicar ao que devia: fiscalizar adequadam/ as questões do emprego e das relações do trabalho? – Não me parece… Quer no público, quer no privado, os atropelos e a exploração são crescentes! (No público desconheço que haja fiscalização e no privado devem avisar do “saltinho” que por lá vão dar!)

    Os cidadãos julgam a liberdade e a democracia por garantidas… A única garantia que têm é o dever de pagar impostos!

    A indiferença é uma enorme auto-estrada para o abuso de poder, para o tráfico de influências, para a corrupção…e para a perda de direitos constitucionais”

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.