E Ainda Há Quem Nos Queira Dar Lições Sobre Inclusão E Profissionalismo?

Observei como uma colega minha levou a maior parte da tarde de hoje a fazer materiais específicos para apoiar um único aluno neste arranque do ano. Esteve ali várias horas a escolher materiais, organizá-los em fichas (in)formativas ao ponto de eu lhe pedir encarecidamente para parar de estar já a desgastar-se a este ponto com a preocupação que lhe suscita esse aluno, sem que sejam necessários decretos, despachos, referenciais, manuais para a inclusão ou impressos diversos para que ela sinta este dever como imperativo seu. Ela faz aquilo, como muit@s de nós, porque é essa que sente ser a sua obrigação para com os seus alunos mais vulneráveis, para com aquele aluno em particular. Eu sei que por vezes pareço um bocado cínico em relação a tudo isto, mas é porque depois me irrita muito que apareçam luminárias diversas (lá do topo das cátedras ou gabinetes mas cada vez mais abencerragens de proximidade) a darem lições que ninguém pediu sobre “inclusão” ou a fazer juízos de valor sobre o profissionalismo docente. Sim, sei que há quem mereça críticas, mas raramente são ess@s a levar com a devida sapatada. Em regra, as críticas sobram para quem faz o seu melhor, mas falha em marketing, lambebotismo ou choraminguice.

Cigarros

(ando cada vez menos “filtrado” e com menos vontade para aturar quem pouco faz e muito fala do que não pratica. Ou da protecção dada a quem menos o merece, enquanto se queimam quem menos se sabe defender)

 

 

 

9 thoughts on “E Ainda Há Quem Nos Queira Dar Lições Sobre Inclusão E Profissionalismo?

  1. Mesmo isso ,Paulo.

    … “(ando cada vez menos “filtrado” e com menos vontade para aturar quem pouco faz e muito fala do que não pratica. Ou da protecção dada a quem menos o merece, enquanto se queimam quem menos se sabe defender )”…

    Fartote de tretas !

  2. O quê? Não me diga que essa colega não tem um daqueles “professores especialistas” de que fala a lei 116/2019 para a ajudar a fazer esses materiais ou fazê-los por ela! Não são esses professores especialistas que sabem tudo de todas as disciplinas e orientam os outros? 😛

  3. “Ando cada vez menos “filtrado” e com menos vontade para aturar quem pouco faz e muito fala do que não pratica. Ou da protecção dada a quem menos o merece, enquanto se queimam quem menos se sabe defender”. Obrigada, Paulo. Continue assim. O à vontade com que o poder se movimenta, com que age arbitrariamente, o sentimento de impunidade e de poder absoluto, o aproveitamento a bel prazer de todas as possibilidades que a legislação permite, a falta de respeito por quem mais o devia merecer, a proteção aos amigos ou aos mais facilmente manipuláveis, o progressivo (ou não) afastamento/anulação por vias ínvias de quem menos o mereceria, tudo isso pede palavras para o nomear. Saem-me da boca as palavras “bullying”, “abuso de poder” “corrupção”…E assistir a tudo tendo que silenciar, porque as provas não são evidentes, adoece. O Paulo consegue a distância, a lucidez calma que lhe permitem a verbalização sem ofender, o uso acutilante da ironia que nos protege e nos permite o tubo de escape sem o qual soçobraríamos. “Sim, sei que há quem mereça críticas, mas raramente são ess@s a levar com a devida sapatada. Em regra, as críticas sobram para quem faz o seu melhor, mas falha em marketing, lambebotismo ou choraminguice.”

  4. No meu agrupamento de escolas o ‘arranjo’ é semelhante.
    Não sei se é por culpa dos colegas, ou se é resultado de mais um arranjo legislativo kafkiano, a verdade é que os alunos com necessidade educativas e os professores que os acompanham se vêem completamente desapoiados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.