A Semiótica Da Coisa – 2

No site oficial do CDS não consigo encontrar os cartazes da campanha em decurso, pelo que tive de recorrer ao Ephemera do JPPereira para encontrar algum material de nível distrital, o qual segue a lógica do Bloco que é a de colocar cabeças de lista ao lado da líder nacional, enquanto se afirma que “Votar assim faz sentido”.

CDS_2019_legislativas_PORTALEGRE

Mas… faz sentido porquê? O candidato é bom? Será de confiança como os do Bloco? Apenas porque sim?

Ao nível dos cartazes mais pequenos, o de Setúbal traz uma razão para se votar CDS, que é descer o IRS 15% para toda a gente, algo que acho demasiado igualitário para esta chancela política.

cds-setubal.jpg

E faz mesmo sentido descer 15% para todos? Não me parece… o Mexia, o Balsemão, os Amorins e esse pessoal deveria ficar com o mesmo IRS que tem, até porque aposto que têm consultores que conseguem fazê-los escapar por todos os alçapões possíveis. A mim bastava que me descessem a carga fiscal para 15 anos atrás. Ou só o IRS.

One thought on “A Semiótica Da Coisa – 2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.