2ª Feira

A lição é a daquela máxima: quem está no poder é que pode perder eleições. Quem tem o Poder só o perde por manifesta inabilidade ou ostensivo abuso. Ontem, até os que pensavam ter algum poder levaram uma lição: o PCP terá percebido que não pode encher a boca com o “povo” ou os “trabalhadores” se levou meses a boicotar greves e lutas de trabalhadores que não pagassem quotas e obedecessem aos “seus” sindicatos. Já o Bloco, manteve o número de deputados, mas perdeu muitas dezenas de milhar de eleitores que acham que levaram um mandato seduzidos pelo “sucesso” de micro-causas que pouco dizem à generalidade dos eleitores.

A “Direita” tradicional perdeu votos porque Rui Rio está longe de ser o que pensa ser e perdeu-se por completo na maioria do tempo e Assunção Cristas não entendeu que o seu CDS tem causas que outros defendem com maior eficácia e mais energia (Iniciativa Liberal). Foram 170.000 votos que, para além de muitos milhares de abstencionistas, fugiram para a Iniciativa, o Chega e o Aliança (quase 3,5% no conjunto, embora Santana talvez tenha finalmente percebido que é um caudilho com escassos seguidores).

Já agora, 9 partidos tiveram menos votos do que as 20.000 assinaturas necessárias para apresentar uma ILC. Não se poderia extingui-los? Pelo menos aos que nem 10.000 votos tiveram? Porque não me parece que a cidadania, assim, ganhe grande coisa.

cabecinha_pensadora

5 thoughts on “2ª Feira

  1. Por sinal o que se tem visto por essa Europa fora é partidos grandes extinguirem-se.
    Aos partidos pequenos basta-lhes uma personalidade mediática para saírem da sombra momentaneamente (foi assim com Marinho e é agora com Figueiredo).
    A ILC é uma história completamente à parte. Experimente-se fazer campanha por uma ILC usando os meios que se usam na campanha, em vez de apelar a uma racionalidade manifestamente inexistente, e talvez se obtenham mais ganhos. A pergunta que deveria ser feita é se não valeria mais a pena pedir assinaturas para um partido que defendesse os interesses de uma classe ou fundar um novo sindicato. Pelo menos enquanto a população não evolui um pouco mais.

  2. O PSD e o CDS ainda estão a pagar o efeito PAF. E levaram um enorme “paf” na trombeca.

    Dito isto, como é que, numa conjuntura tão favorável, o PS não arranha sequer a maioria?

  3. O BE extinguir-se-á se na próxima legislatura fizer tão pouco pelos profs como nesta. Tempo de serviço, ZERO; gestão democrática, ZERO; horários de trabalho, ZERO; dignidade da classe, ZERO. Metade dos votos de BE são direta ou indiretamente dos professores. Da próxima CHEGA.

  4. A grande verdade ,

    …” Já agora, 9 partidos tiveram menos votos do que as 20.000 assinaturas necessárias para apresentar uma ILC. Não se poderia extingui-los? “…

    Verdade, doa a quem doer !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.