4ª Feira

Começou a romaria dos “contactos” do PS para constituir uma pretensa mega-geringonça. E o desfile das vaidades. Quanto mais pequenos e desnecessários seja para o que for, mais em bicos de pés se colocam a dizer que não querem fazer alianças ou entrar para o governo. Já o Bloco não esconde as ambições e o gato está todo esparramado ao sol, à espera que tragam uns snacks. Umas secretarias de Estado viriam a calhar, daquelas muito relevantes para grupos de 50 militantes, amigos e família. Não sei se dará… mas duvido que a ambição não tolde algum discernimento. Já o PCP sabe que se andar mais quatro anos a reboque do centeno em nada se distinguirá seja do que for, excepto na retórica pseudo-proletária. É difícil acreditar que o “povo” seja tão ingrato, se é verdade que tanto foi feito para o defender. Portanto, o PCP ficará de fora, na “rua”. Não sei é se terá muita companhia, porque a divina infalibilidade analítica que lhe é atribuída foi claramente desmentida por uma prática de domesticada disciplina orçamental.

marioneta-de-madera

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.