Aula Integral Ou Com Linha De Horizonte Muito Curta?

Em vez de uma parafernália de quizzes e zingarelhos tecnológicos para abordar o Sistema Solar, “revolucionário” seria levá-los lá para fora, à noite e ensiná-los a ver as estrelas reais, a imaginar “um pouco mais de azul”, fazê-los libertar a imaginação ao observar o infinito celeste. Ensinar-lhes a usar um telescópio e a verem as constelações sem ser com identificação automática numa app.

E falar-lhes de Galileu.

Nada contra as aplicações em causa, de que aprecio e pratico em especial o Quizizz, mas… o Céu e não o ecrã é que deve ser o limite.

Imagine o leitor uma aula em que o assunto é o Sistema Solar. Cada aluno cria uma pequena apresentação sobre um planeta, o Sol ou o que quer que seja, e dá à turma uma palestra de cinco minutos. A turma debate sob a orientação do professor e, ato contínuo, resolve um quiz numa aplicação chamada Kahoot, ou uma consolidação em grupo numa outra funcionalidade, o Quizlet!. Quando chegam a casa, recebem no telemóvel os códigos para jogarem entre eles com novos quizzes numa outra aplicação, o Quizizz. Muitos dos jogos contêm variações que nem foram abordadas nas aulas, mas que fazem parte da tal estratégia de autoaprendizagem. E os miúdos conseguem porque estão envolvidos e, acima de tudo, gostam do que estão a fazer! Na aula seguinte, eliminamos conceções alternativas através do Mentimeter e fazemos um novo Kahoot. Apesar de o programa da disciplina se ir desenrolando, os quizzes antigos vão sendo disponibilizados, de modo a dar a oportunidade a todos para consolidarem aprendizagens anteriores, ficando reservada ao professor a tarefa de moderador das aprendizagens

A aula integral, com toda a ligação direta ao mundo da tecnologia de que os jovens já não abdicam e o seu manancial de ferramentas facilitadoras, não é apenas uma proposta pedagógica alternativa, mas um conceito revolucionário no que concerne a ensinar e aprender.

Telesc

 

 

One thought on “Aula Integral Ou Com Linha De Horizonte Muito Curta?

  1. Tanta coisa haveria a dizer sobre este mundo novo, desde logo acerca da criançada chegar a casa e a primeira coisa que quer é fazer um jogo escolar no telelé, mas… sou preguiçoso.

    Ainda assim, como o PG sugere é tão giro quando a proposta escolar passar por fechar ainda mais os alunos em vez de lhes dar o mundo que os rodeia, a realidade feita de cantos e encantos.

    Os tipos do vale do silício é que não estão muito nessa onda… burros os sujeitos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.