Competências E Concursos

Continuo a achar “peculiar” (mesmo que alegadamente seja crença fundamentada em práticas terceiras) que se considere que a classificação de um candidato à docência, obtida após a sua formação científica e uma profissionalização especializada, seja considerada um método inadequada para a colocação de professores, em contraponto a uma alegada mais competência por parte de elementos directivos que – em tantos casos – estão há c’anos e décadas sem dar um simples dia de aulas por ano ou de elementos autárquicos que – em tantos casos – até são professores em fuga da docência para a vida política ou técnica local.

3ª Feira

A comunicação social destaca hoje, com aparente indignação, uma das conclusões do relatório do CNE sobre o Estado da Educação em 2018. Parece que as crianças andam a passar muito tempo nos infantários e nas escolas. Mas, afinal, o projecto terceiro-mundista do PS não é, há mais de uma década, ainda renovado no actual programa do governo, a “escola a tempo inteiro”? Que me lembre não está lá nada de relevante para combater o crescente fenómeno da “família a tempo parcial”.

JN26Nov19

Jornal de Notícias, 26 de Novembro de 2019