Por Matosinhos (E Mais Além)

São 90.000 euros para:

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONCEÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO, MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROJETO DE INOVAÇÃO PEDAGÓGICA PARA EB1 DO PADRÃO, DE COMBATE AO INSUCESSO ESCOLAR

Por 46 meses até que pode não parecer muito, mas é, pois trata-se apenas de uma escola. Pelos vistos, as autarquias não têm meios humanos para tratar destes assuntos, mas dinheirinho não lhes falta.

O insucesso escolar dá de comer um pouco por todo o país. A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central tem 60.000 euros só para propaganda do que vai fazer.

Aquisição de serviços de Promoção e divulgação do Programa Intermunicipal de Combate ao Insucesso Escolar

Mas há tanta mais coisa… como contratos de prestação de serviço por dois anos e mais por valores mensais do 1º escalão da carreira docente (ver o caso de Mora). Mas ainda bem… só é pena que as escolas não tenham esses meios humanos nos seus quadros.

Só mais uma… a Comunidade Intermunicipal do Ave por 69 dias de prestação de serviços, paga 55.000 euros com a seguinte descrição

No âmbito das políticas governamentais definidas para a intervenção ao nível das temáticas da educação, com as quais a CIM do Ave e seus Municípios constituintes estão alinhadas, tendo em vista a concretização das prioridades regionais e locais definidas no Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial, nomeadamente no que respeita à Prioridade de Investimento “10.1. – Redução e prevenção do abandono escolar precoce e estabelecimento de condições de igualdade no acesso à educação infantil, primária e secundária, incluindo percursos de aprendizagem, formais, não formais e informais, para a reintegração no ensino e formação”

Money3

13 thoughts on “Por Matosinhos (E Mais Além)

  1. Ai não, que não há dinheiro…
    Há!!! E não é pouco…mas o destino é a manutenção do status quo, dos poderes amigalhaços e quando menos amigalhaços pelo menos coniventes com a forma de “redistribuição” e da satisfação das clientelas!!!

    OLHA A MUNICIPALIZAÇAO, OLHA A REGIONALIZAÇÃO, OLHEM OS MILHÕES A VOAR…

    Quando chega a altura de votar eles sabem que o povo é sereno e, contam sempre com ele, PARVO!

    Qual Itália, qual Grécia, qual quê!!! Eles que venham a este cantinho para aprender a serem corruptos e Ladrões legais!!!

    Ei… Tribunal de contas…
    Ei… Comissões de orçamento e Finanças…
    Ei… Parlamento a fiscalizar a acção do governo…
    Ei… Inspecções de tudo e mais alguma coisa…
    Ei… Altas autoridades fiscalizadoras, avaliadoras, concorrenciais, …
    Ei… Srs jornalistas…
    Ei… Srs defensores da CAUSA PÚBLICA…
    Ei… Sr Presidente da República…

    Gostar

  2. Como vai acabar o insucesso…
    e com a cantina aberta para evitar o abandono escolar,
    não faz sentido andar a dar dinheiro …

    Se os objectivos estão alcançados…

    Então senhores governantes!?

    Gostar

  3. …” Qual é coisa qual é ela que antes de o ser já o era ? “…

    1 – Pescada

    2 – Total e pleno sucesso na … “AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONCEÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO, MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROJETO DE INOVAÇÃO PEDAGÓGICA PARA EB1 DO PADRÃO, DE COMBATE AO INSUCESSO ESCOLAR . “…

    3 – Total e pleno sucesso na…” Aquisição de serviços de Promoção e divulgação do Programa Intermunicipal de Combate ao Insucesso Escolar “.

    Pescadinhas com o rabo na boca , ou com a cauda nos lábios !

    Gostar

  4. Censurei-me (ia a escrever uma palavra que começa por v, com 8 letras, e termina em a). Mas a brincar, a brincar (com milhões), houve uns quanto que usaram a democracia e colocaram-na a jeito; e não param.

    Gostar

  5. A corrupção local contribui para o desenvolvimento das regiões. Sempre é algum o dinheiro que depois se gasta nos vícios localmente. Ao contrário da corrupção centralizada que costuma levar à migração de capitais para offshores. Quanto maior a atomização menor é a quantidade de dinheiro que se some em cada operação e maior a probabilidade de a Justiça conseguir levar um processo até ao fim. O ideal seria acabar com o Estado e generalizar a corrupção a todos os cidadãos. Isto é que era um grande programa para a IL.

    Gostar

    1. Daniel

      Como é um “projecto” dirigido a uma escola EB1, nada melhor do que uma professora primária aos comandos da coisa. A dona Cosme, com umas gargalhadas e inspirando-se nas “ciências ” da educação levará “isto” a bom porto, carago ! Ao porto de Matosinhos …

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.