Sábado

O analfabetismo funcional que é possível observar nestes dias de compras e trocas de prendas, pagamentos apressados em multibancos ou outras operações complexas como enviar uma encomenda pelo correio físico, sem ter nenhuma app a ajudar é algo indescritível. É verdade que muitos impressos parecem ter sido elaborados para confundir quem não seja mestre em administração inovadora da treta, mas não é menos verdade que há quem nem consiga saber qual é o lado de cima ou de baixo das coisas. A falha é do sistema educativo ou da adesão acrítica à facilidade de clicar em bonequinhos nos zingarelhos para que as coisas pareçam feitas?

Ontem, no Governo Sombra, o muito elogiado convidado especial Adolfo Mesquita Nunes, chegando à Educação, considerou como medida mais prioritária o “rever os conteúdos” (acrescentando que mais do que os currículos) das disciplinas para os adaptar à nova Economia Digital.

Parecendo uma coisa evidente e incontroversa, a mim parece o contrário, pois se um dia os chineses apagam a luz ou os russos cortam a net isto vai parecer um formigueiro desorientado a quem cortaram o carreiro ou uma epidemia de baratas atarantadas por terem de descobrir o caminho para os sanitários sem o wake e o gps.

Barata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.