Reforço?

É triste ter de ouvir um ministro considerar que há “mais 2000 professores” este ano nas escolas públicas, quando do que se trata é, na quase totalidade, do processo de substituição de docentes por baixa médica, sendo que muitos desses substitutos não têm horário completo. Ou o ministro ainda é mais ignorante do que parece ou é apenas um demagogo oportunista, a encavalitar-se com escasso respeito pela verdade num título mal explicado. Que pena o Polígrafo ser tão “selectivo” nas suas análises.

Bigorna

7 thoughts on “Reforço?

  1. A baixeza de carácter deve ser condição “sine qua non” para o exercício de cargos políticos, de confiança política, de nomeação política e de substituição de cargos de competência técnica por cargos partidários que aguardam vez… e, viva o estado (que não é pai dos portugueses) mas é central de emprego para a obediência subserviente partidária,…

    Gostar

  2. Tal como o filinto lima quando diz “sabendo-se que em menos de uma década 57,8% dos professores se jubilará”, dá 2 noções erradas:
    1- era bom que a jubilação existisse no ecd mas isso é só para a classe universitária.
    2- a percentagem é exagerada porque com o corte da do fator de sustentabilidade e da idade, desincentiva mais de metade dessa malta.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.