Contra Os Filisteus

Cheguei tarde a este autor, mas estou a gostar imenso da clareza como ele, logo nos primeiros anos do famoso século XXI, começou a desmontar o discurso “inclusivo” de alguns responsáveis políticos (e não só) acerca da Sociedade do Conhecimento, que eles pretendem com pouco conhecimento e ainda menos preocupado com padrões de Verdade, que gostam de apresentar como uma questão de interpretação. Assim como passou a ser norma amesquinhar como “elitista” qualquer pretensão ou exigência intelectual de rigor. Poderia ter seleccionado diversas outras passagens, até mais concisas e acutilantes, mas esta parece-me assentar de forma perfeita ao que vivemos, com especial intensidade, desde finais de 2015 na Educação.

IMG_2495IMG_2496

Frank Furedi, Where Have All the Intellectual Gone? (Londres, 2004, pp. 16-17)

(espero poder um dia destes contar as agruras de um tipo a quem dizem – e não foi apenas uma ou outra vez – que escreve de forma demasiado complicada para vender nos tempos que correm…)

Sábado

É muito interessante a DGEstE aconselhar “ponderação sobre a oportunidade e conveniência de se realizarem visitas de estudo e outras deslocações ao estrangeiro, em particular a países ou a zonas com maior incidência de casos de infeção, mas veicular a recomendação da DGS em que se considera que para as “crianças, jovens e adultos que regressem de uma área com transmissão comunitária ativa do novo coronavírus (…) não existe recomendação para evicção escolar ou profissional, ou necessidade de isolamento”.

Parvo

A Ler…

… em especial pelos pseudo-novos. Calma, não estão sós na vossa luta contra os velhos que ganham imenso.

Exclusive: ‘Older teachers bullied to breaking point’

Union says bullying is ‘rife’ in order to drive out expensive older teachers, while psychotherapist reports ‘massive increase’ in teachers seeking counselling.

heinz ketchup

Ainda Há Uns Resquícios De Decoro

Mas não tenhamos muita esperança. Afinal ainda há 93 a votarem a favor, o que é sintomático da deriva do PS para uma espécie de neo-socratismo, com uma tentativa de dominar isto tudo em modo light e o PCP a servir de muleta aos dias pares, o Bloco nos dias ímpares e o PAN e a Joacine aos domingos. Este era (é?) um caso praticamente nos limites de tudo o que se pode conceber.

Vitalino Canas falha eleição para Tribunal Constitucional. Correia de Campos também não é reeleito para o CES

O socialista Vitalino Canas não conseguiu sequer todos os votos do grupo parlamentar do PS – teve 93 votos a favor (e 96 votos brancos) e há 108 deputados do PS. Votações exigiam dois terços de votos a favor, ou seja, 146.

Cowbell

(como terão votado os porfírios?)