A Coutada Dos Venturas

É a dos que, perante a situação que envolveu o Marega, vão buscar o Mantorras e idas às Antas e o comportamento dos Super Dragões em tantos episódios lamentáveis. Que, por o serem, não desculpam em nada o que se passou em Guimarães. Quando um problema destes é discutido seguindo trincheiras de Benfica/Porto, percebe-se que os “princípios” não valem nada e a coerência é uma bola de sabão.

VenturaVenturaVenturaVentura

A grande vantagem do Marega em relação a todos os que no passado preferiram fingir ou aguentar é que não ouviu e calou. Não me interessa se é do Porto, se festejou muito o golo ou se isto ou aquilo. Fez bem em abandonar o campo e do modo que o fez.

Quanto àquele governante com cara de copinho de leite que aparece nestas alturas a prometer muita coisa e a dizer banalidades, não vale, em acções, o que custa ao erário público. Se é para poupar, poupe-se em redundâncias governamentais. Basta ver o gabinete… motoristas são três, com habilitações entre o 6º e o 12º ano de escolaridade, todos a ganhar mais do que um professor no 5º escalão.

(e para que conste, os gritos de “Alcochete Sempre” são próprios de um culto de violência e não de qualquer amor clubístico ou de prazer no desporto, para além de serem um escape para frustrações e malformações individuais que, no rebanho do grupo, podem parecer mais despercebidas)

17 thoughts on “A Coutada Dos Venturas

  1. Claro que condeno todas estas situações. Fui jogador de futebol e alguns colegas meus, negros, sofreram na pele as barbaridades destes idiotas, mas também condeno o 1º ministro e o PR que apareceram logo a comentar este caso (e bem), mas não comentam as agressões aos professores, aos médicos, aos enfermeiros etc. Aí está a hipocrisia de que o outro fala. Pelos vistos é moda os governantes comentar o racismo, mas também é moda para os governantes não condenarem quem discrimina e agride as classes referidas a trás.

    Gostar

    1. Magalhães, qual a diferença entre 30 pessoas chamar macaco a outra e 30 alunos a aplaudir um aluno a chamar puta (ou agredir) uma professora. Para mim é tudo falta de educação. Ambos são casos graves, mas tudo depende das audiências, infelizmente. Um abraço.

      Gostar

      1. Então para o Marega tem que ser qualquer coisa como “macaco nigra”… Só assim será racismo?
        Volto a repetir: São questões filosóficas… Nada mais!

        Gostar

    1. Qual é o seu problema, Paulo?

      Só o Pessoa tem direito a heterónimos? Não se pode ser Olívia patroa agora e empregada de manhã? Jekyll ao almoço e Hyde ao jantar?

      Gostar

    1. Procuro olhar para tudo isto com a distanciação que me é possível e infelizmente fico com essa sensação de hipocrisia, de virgens ofendidas ( de alto a baixo…) de oportunismo, de inalubridade mental, social, política…
      “O mundo da bola não será um cancro”? financeiro,social,político, etc.
      Com as consequências conexas e advenientes.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.