22 thoughts on “Phosga-se Que Há Cada Doid@! – 3

  1. As duas notas finais, a negrito, dão vontade de rir, quando confrontadas com o resto do documento. Quem é o atrasado que impõe isto e que, ainda assim, sem temer o ridículo, apela ao bom senso? Como pode o mesmo atrasado mostrar-se tão zeloso quanto a informar os professores das informações da tutela se este documento vai em sentido contrário ao comunicado que chegou às escolas?

    Gostar

    1. Não é bem pudor… é mais evitar idas Às instalações policiais ou do MP prestar declarações após queixas de gente de pele sensível. Porque aconteceu mais de uma vez com o Umbigo, mas eu era mais novo uns bons anos.

      Gostar

      1. Ok.
        Que queixinhas fizeram? “O umbigo reproduziu o que ordenei/publiquei.”?
        É que nem sequer é uma opinião, é uma reprodução de algo que está assinado e publicado.

        Gostar

      2. Agora recordei-me da coleta feita no ” Umbigo ” para ajudar nas despesas com advogados que foste obrigado a contratar. Da alegria que sentimos nessa ajuda.
        E assisti a parte do ” julgamento ” no tribunal junto à rua Nova do Almada.
        Eles andam aí !

        Gostar

    2. FCferreira não é isso que está em causa, o que interessa é o que é essencial, o resto é assessório. Chama-se a isto PREPOTÊNCIA e não saber dirigir/comandar.

      Gostar

  2. Horta Santos brinda-nos com um belíssimo texto no qual divulga as suas ideias originais e audaciosas sobre a Nova Física e os fenómenos paranormais. Partindo de uma visão heterodoxa da Quântica, Horta Santos propõe um novo paradigma da realidade total; chega à concepção de um Tempo periódico, isto é, de um Universo pulsatório, existente como Informação, e de uma mente, humana e universal, não localizada. O autor expõe as suas ideias num contexto perfeitamente inteligível, acompanhado de figuras auto-explicativas.

    Gostar

  3. Inacreditável !
    Mais papistas que o Papa.
    É por causa destes ” seres ” que a classe de professores nem sempre é respeitada.
    Uma tristeza .
    Sentem – se muito importantes , ” chapéus há muitos , seus palermas ! “.

    Gostar

  4. Façam queixa à proteção civil! Desobediência dá prisão. Este tipo de gente deve ser posta na linha já, antes que os seus tiques sejam copiados por outros mentecaptos.

    Gostar

  5. “Não é Salazar que me assusta, o que me assusta são os salazarinhos!”
    (palavras de um oficial do Exército, há muitos anos)

    Talvez ele tivesse razão…

    Gostar

  6. Meu caro FCFerreira… sim, o resultado final foi esse, mas quem teve de andar em esquadras e a responder ao Ministério Público fui eu.
    Porque queixas da treta de divulgação de documentos oficialmente públicos ainda dão chatices, por causa daquela lei que agora ainda é pior.
    Acredita, fiz uma formação online do INA 🙂 sobre isso.

    Gostar

    1. Não sabia do detalhe da situação. Inacreditável a queixa, inacreditável o Ministério Público, inacreditável a perda de tempo.
      Se agora ainda é pior, é muito preocupante… nem transparência, nem possibilidade de contraditório (simplificado pelo menos)… isto sim é significativo quanto à ilusão de liberdade em que vivemos.

      Gostar

  7. Pela minha parte, estas “abortices” – emanadas (ou paridas) pelas Direções – já há muito tempo que deixaram de me espantar.
    O que ainda me espanta, são aqueles madresteresas que, mesmo não fazendo parte das Direções:

    a) não perdem uma oportunidade de bradar aos quatros ventos o quanto apoiam estas “emanações”;
    b) enviam mensagens aos outros professores das turmas (com conhecimento da Direção) dizendo que vão enviar aulas e trabalhos aos alunos via Internet (não se esquecendo de frisar que fazem isso, apesar de lhes dar um trabalho redobrado) e a recordar a todos (alunos e profrssores) que “não estamos em férias” (era mesmo necessário?).

    Resta-nos aguardar as cenas dos próximos capítulos…

    Gostar

  8. Considero importante que alguém destas escolas dê a cara a denunciar a situação dando o nome da escola. Sem a devida divulgação a sem vergonhice só tende a agravar.

    Chega de andarmos a reboque de mentecaptos.

    https://www.cmjornal.pt/multimedia/videos/detalhe/eduardo-cintra-torres-sobre-coronavirus-o-governo-acordou-tarde

    E também seria importante sabermos quantos dias estes diretores demoram a alterar a situação e a ceder à realidade, divulgando depois o “novo regime”.

    Gostar

  9. O meu computador pessoal?! O meu telemóvel?! Pagos por mim mas ao livre dispor do patrãozinho. Mas onde é isto? O que é isto? Agora os escravos têm de pagar para ser escravos? Isto é demais! E a cereja no topo do bolo dos tolos de serviço, os capatazes que acham que são patrões (mas não passam também eles de escravos) é teletrabalho no local de trabalho. Até me atirei ao chão de tanto rir!

    Gostar

  10. Como é possível?
    Na origem deste documento está a desconfiança relativamente aos professores. Deve ser daqueles diretores que foge da sala de aula como o diabo da cruz, mas que considera que os professores são uns malandros que devem ser controlados e humilhados.
    Na segunda-feira lá estarão estes professores no edifício escolar, colocando a sua saúde e das outros em risco, por que um arremedo de diretor se agarra ao seu pequeno poder para poder humilhar os seus funcionários. Até podemos colocar a hipótese que considera que esta pandemia foi uma invenção dos professores para poderem trabalhar a partir de casa.
    Devia ler o artigo do António Guterres: «Apesar de classificada como sendo uma pandemia, esta situação é controlável. Podemos diminuir as transmissões, prevenir infeções e salvar vidas. Para tal, será necessária a adoção de ações pessoais, nacionais e internacionais, nunca antes implementas.»
    É necessário adotar ações que privilegiem o maior bem que é a saúde. Este documento contraria todas as indicações das autoridades e revela, mais do que o desrespeito pelos professores, uma total desumanidade. Espero que o Conselho Geral deste Agrupamento aja em conformidade, os elementos que representam os professores e a comunidade escolar têm a capacidade legal de destituir o director. Os meus votos de coragem a estes colegas e que, dentro do possível, mostrem a vossa discordância com esta situação.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.