Domingo

Pânico moral?

Não, não me parece. O homem fala muito à século XXI, mas convence-me pouco.

(…) acho que seria correto referirmo-nos ao que está a acontecer como uma epidemia cognitiva em oposição a uma epidemia imunológica real. Outro termo interessante seria “infodémico”. É também uma epidemia de informação. Portanto, podemos falar sobre muitos fatores: a Internet, a cultura do medo, a cultura do pânico. Mas o que primeiro me interessou sobre isso, como antropólogo cognitivo evolucionário, é que, como sabemos, os humanos têm esse viés de negatividade. Os seres humanos tendem a ser obcecados com qualquer coisa que transmita informações sobre ameaças potenciais por razões óbvias de sobrevivência. Como sabe, é melhor supor que um pequeno som de vibração num arbusto seja um tigre a vir na nossa direção, mesmo que na verdade não seja nada.

Nos arbustos aqui da aldeia não tenho muita tendência para imaginar tigres, confesso. Mas há uma piada antiga sobre o desejo de ser um coelhinho branco felpudo.

rabbit

2 thoughts on “Domingo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.