Eu Quero Do Mesmo Que Este Senhor Tomou!

O discurso das “oportunidades” e “desafios” em quem desconhece o quotidiano escolar diário e só frequenta salas de aula do Básico ou mesmo Secundário em modelo VIPtende a deixar-me um bocado farto. O salto lógico é… um professor até pode dar aulas assim a 10.000 alunos e resolvemos tudo com aquela centena de brigadeiros que mandámos para o terreno e merecem ser recompensados.

E acreditem que el@s já andam por aí…

A oportunidade de ouro para criar as escolas do século XXI

A crise da covid-19 criou a oportunidade de ouro para darmos o salto, finalmente, para uma Educação do século XXI. Há recursos humanos disponíveis e talento suficiente no país para iniciarmos este caminho já. Mãos à obra!

Orgasm

E Eis Que Surge A “Brigada”

Reparem que a relação de “proximidade” de que o SE Costa falava é basicamente com @s director@s. Até pode ser uma boa iniciativa, se não for em boa parte uma embaixada da microsoft (a sério, acham que os miúdos sem experiência prévia não entrar no Teans assim de repente?).

A propósito, se alguém já testou o E72, que me diga alguma coisa.

De: DGEstE – Sistema de Informação

Enviada: 23 de março de 2020 12:11

Assunto: Apoio às Escolas

O Ministério da Educação tem vindo a desenvolver vários instrumentos para estar o mais próximo e ágil na resposta às questões colocadas pelas escolas. Para além das FAQ regularmente atualizadas na página https://apoioescolas.dge.mec.pt, disponibilizamos um instrumento de apoio aos diretores das escolas públicas e privadas: https://www.dgeste.mec.pt/apoio-diretores-estamos-on/

Nesta aplicação, acessível apenas aos diretores, poderão colocar questões e encontrar questões frequentes já respondidas.Pretende-se, pois, com este instrumento, centralizar os pedidos de informação das escolas nos respetivos diretores e garantir uma resposta rápida.

Também a partir desta semana, as escolas terão ao seu dispor uma “brigada de apoio”, constituídas por professores das equipas regionais da Autonomia e Flexibilidade Curricular, por embaixadores do E-twinning e Laboratórios de Aprendizagem, por embaixadores do Programa de Educação Estética e Artística e pelos coordenadores interconcelhios da Rede de Bibliotecas Escolares.

A brigada “Estamos on com as escolas”, composta por mais de uma centena de professores, tem como função garantir um acompanhamento de proximidade às escolas, contribuindo para recolher boas práticas, mas também constrangimentos sentidos, e para poder ajudar as escolas, de forma articulada com os serviços centrais do Ministério da Educação. Esta brigada terá ainda como papel – dadas as áreas de especialidade dos professores que as integram (literacia, tecnologia, currículo) – constituir-se como apoio especializado em algumas necessidades identificadas pelas escolas, possibilitar uma harmonização de tarefas e procedimento, e garantir que as redes de escolas já constituídas se mantêm ativas.

Com os melhores cumprimentos,

Maria Manuela Pastor Faria

Diretora-Geral dos Estabelecimentos Escolares

Cavalaria

Informem A 5 De Outubro, Por Favor!

Para impedirmos mais ziguezagues. Isto de irmos às pinguinhas, mói um bocado. E se estão a pensar seriamente que no 3º período pode existir uma forma de avaliação minimamente equitativa, universal e “inclusiva” é porque andam mesmo a usar produto do bom.

A menos que andem a disfarçar o óbvio.

Coronavírus: Costa admite fecho de escolas “muito além” das férias da Páscoa

“O terceiro período, provavelmente, não vai ser muito diferente do que tem sido estas semanas”, diz.

Já agora… não me apetece ser ainda mais colonizado pela Microsoft, ok? Se querem fazer parcerias e ganhar créditos, tudo bem, mas há soluções bem mais leves. E reparem que eu escrevi “soluções” e não “problemas”.

Hitch

Phosga-se! Série 2

Agora já vale um pouco tudo. Uma solução é colocar os mais pequenitos a ver a RTP 2 e os desenhos animados (desde os tempos do Speedy Gonzalez e do Coyote a levar sempre com as explosões e os pedregulhos que os acho muito educativos e lições sérias sobre o triunfo do Bem sobre o Mal) e relacioná-los com os conteúdos do 1º ciclo (e pré-escolar). O que as educadoras e professores (e educadores e professores) têm perdido ao longo destes anos…

Senhores(as) Diretores(as) / Presidentes de CAP:

Vários operadores de comunicação e produtores de conteúdos têm-se mostrado disponíveis para a difusão de conteúdos educativos. Enquanto se preparam outros instrumentos, a RTP 2, enquanto serviço público de televisão, e a Rádio Miúdos, que tem já uma tradição de parceria com as escolas começaram a disponibilizar as suas grelhas semanais.

Este forma de comunicação permite, no caso dos canais em sinal aberto, é mais um instrumento para se conseguir chegar a todos os alunos.

Trata-se, neste momento, de um conjunto de programas com diferentes fins, mas que entendemos poder ser útil divulgar, já que podem ser articulados com a planificação feita sobretudo pelos professores da educação pré-escolar e do primeiro ciclo.

Em anexo, enviamos as duas grelhas para esta semana. As seguintes irão sendo colocadas na página de apoio às escolas.

Com os melhores cumprimentos

Maria Manuela Pastor Faria

Diretora-Geral dos Estabelecimentos Escolares

A sério que o mail traz em anexo as grelhas de programação com a sua ligação ao nível de ensino adequado.

RTP2

#ÓNossaSenhoraAosPulinhosNaOliveira!

E depois queixam-se que a petizada divulga muito da sua privacidade nas redes sociais. O bom senso está, claramente, em situação de défice acentuado. Sim, mesmo com reservas quanto a certos aspectos, esta ideia, que à primeira vista parece “gira” e toda youtuberIáDude! (belo recurso ao windoh, esse exemplo maior do estudante de sucesso tuga), levanta uma série de questões que nem vale a pena desenvolver.

#EstudoEmCasa – Ministério desafia alunos a partilhar fotos das suas novas “salas de aula”

village-idiot_mug

Entretanto, até reentrei ao fim de anos na minha conta só para ver as coisas. Não são catastróficas, mas continuo a pensar que falta bom senso… ainda para mais porque a miudagem parece estar a ser fotografada por adultos e tudo. Enfim… e depois não há tempo e tal…

 

(#idiotasdegabinete, #parolice institucional, #modernaçosda treta, #voucaçargambuzinos&paparucos)