Phosga-se! – Série “Pré-Escolar”

E agora o documento que me fez rir mais desde o início disto tudo… é um documento da DGE com um Exemplo de Planificação de Atividades para a Educação Pré-Escolar. Não me fez rir por existir, mas porque, em boa parte, assume que os pais das crianças são absolutamente ineptos com as mesmas em casa.

Repare-se no que é proposto nas “rotinas diárias”:

Solicitar a colaboração da criança para preparar as refeições, pôr e levantar a mesa, arrumar a loiça depois de lavada.

Fazer a cama; varrer o chão; limpar o pó, etc.

A hora das refeições e de ir deitar à noite devem ser estabelecidas e cumpridas o mais possível para estabilidade da criança.

Mas há mais, como a “hora do conto”:

Após o almoço, se a criança necessitar de dormir uma sesta, deve fazê-lo e a história pode ser contada antes de dormir.

Se a criança não tem necessidade de dormir a sesta, podem escolher um espaço cómodo, calmo e tranquilo da casa para a hora do conto.

A história pode ser lida ou contada pelo adulto, contada pela criança ou pelos dois.

Quando terminar de ler a história, converse com a criança sobre o que ouviu e observou, e deixe-a folhear o livro e recontar a história.

Deixar a criança folhear o livro e conversar com ela sobre o que viram.

Escolher diferentes livros, em suporte de papel ou digital com histórias, contos tradicionais, poesias, rimas, adivinhas, lengalengas, etc.

E ao fim do dia:

Diariamente, reserve um tempo para fazer a avaliação do que fizeram, do que a criança mais gostou, do que não gostou e o que gostaria de fazer.

Também é importante reservar diariamente um espaço para a criança fazer o que no momento lhe apetecer, sem qualquer plano.

Mas quase todo o documento é assim e, depois de muitos anos a queixar-me que as indicações para o resto da escolaridade tendiam para a infantilização dos alunos, percebo que os especialistas da DGE assumem que esse é o estado da própria parentalidade nacional.

Ok… não vou negar que realmente observo situações que o indiciam, mas não esperava que o ME demonstrasse de forma tão clara que acha que as famílias não sabem, pura e simplesmente, o que fazer com a petizada em casa.

Anexo: Planificacao_Educacao_Pre_Escolar (o original chegou em .doc, mas preferi publicá-lo assim).

attention-span-of-typically-growing-children

14 thoughts on “Phosga-se! – Série “Pré-Escolar”

  1. Grave , grave mesmo ?
    É constatar que quem produz tais obras , se encontra já instalado na DGE …
    Fazem das crianças atrasadas mentais.
    E levanta outra questão … local ( ens. superior ) onde concluíram os seus estudos superiores…

    Liked by 1 person

  2. estes tipos pensam que os comuns dos mortais são mentecaptos?……alguém, no seu perfeito juízo não é capaz de lhes dar uma vergastada ? e o sr. Primeiro-Ministro ou Sr. Presidente da República ou o srº presidente da assembleia da republica não fazem nada, a esta gentalha!!!…..

    Liked by 1 person

  3. O documento parece assim um bocado para o retardado, mas a realidade é que anda aí muita ovelha perdida. Tira-se as pessoas da rotina diária e parecem um grupo de baratas tontas.
    Tenho contactado com essa realidade todos os dias. E até entre grupos dos quais, à partida, não suspeitaria.
    Vivemos na época dos followers e dos subscribers. Pensamento crítico e a consciência da situação foram reduzidas a buzzwords. Noto cada vez mais isto na realidade diária da escola e da sociedade em geral, e tenho-o visto “palpavelmente” nos últimos dias.

    Resumindo e concluindo: documento estúpido, emanado de gente que fico na dúvida se é estúpida ou algo mais insidioso, para gente que se está a deixar estupidificar.

    Liked by 1 person

  4. “Após o almoço, se a criança necessitar de dormir uma sesta, deve fazê-lo e a história pode ser contada antes de dormir.” Talvez acrescentar: porque se a criança já estiver a dormir, não vale muito a pena, relaxe ou aproveite para ir fazer outra coisa! :))))

    Gostar

  5. Sou educadora e já há muito sou considerada “ovelha negra” pois vejo com tristeza a escolarização do pré escolar em sintonia com as exigências do primeiro ciclo e tenho me debatido contra isso…por isso quando comecei a ver nos noticiários e na net colégios e escolas que estavam a mandar “tarefas”para casa pensei isto vai piorar…depois leio que colegas gravam videos para mandar para os pais…outras entram pelo mensager…e penso isto está um pesadelo e vai ficar um caos…a minha profissão é de proximidade não é de tarefas virtuais…na brincadeira comentei com uma colega que ia mandar uma tabela em excel para os pais preencherem após cada atividade(para ficar igual como a minha diretora quer que se faça na pré) por este andar é mais uma profissão que vai ser ainda mais enxovalhada😠😬😡

    Liked by 1 person

  6. Isa, permita fazer uma correção:
    não é “do pré” por que não é ensino.
    é “da pré” – educação.

    Já foi educação de infância,
    passou a educação pré escolar,
    e muitas educadoras e outras pessoas, dizem do (ensino) pré-escolar.

    Gostar

    1. isto foi mais uma forma de escrita que fica enraizada em nós pois quando descrevo o meu trabalho até digo” a educadora da sala da pré “….. e claro que a terminologia é educação pré escolar e também de infância para não esquecer o trabalho das creches 🙂

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.