30 thoughts on “Phosga-se! – Série “E@D” #3

  1. “Segunda feira tem beijinho,
    Terça feira tem carinho,
    Quarta feira um joguinho especial,
    Na quinta feira vou pro bar,
    Sexta feira farrear,
    No sábado hã hã?
    Em promoção.”

    in “Promoção”, de Victor e Matheus

    Gostar

  2. Algo me diz que a série Phosga-se! vai chegar ao #999999999999999999999999999999999999999999999 até 26 de Junho. O melhor é o Guinote “comprar” outro terreno no WordPress dedicado ao cultivo em regime de monocultura desta série.

    Gostar

    1. São a merda ( com as letras todas) dos diretores que temos a escravizar os professores para ficarem na fotografia.
      Eles que não entram numa sala de aula. Virtual ou não, há décadas.
      Vão perseguir a mãezinha deles!

      Gostar

  3. Perdoem-me mas nesta eu não acredito.
    Isto não é real! O Paulo Guinote só pode estar a brincar!
    Isto está mesmo perdido.

    Gostar

      1. E nao está só no primeiro lugar…
        O diretor das catorze já passou, pelo menos, para terceiro. Nao digo mais …ou não passo do 4 escalão…

        Gostar

      1. É o vergonhoso comportamento das operadoras de internet ofereceram 10GB de dados por estarmos confinados, no final do mês roubaram-nos. Num comportamento de passadores de droga!
        Vergonhoso oportunismo comercial.
        É o vergonhoso comportamento das operadoras de internet ofereceram 10GB de dados por estarmos confinados, no final do mês roubaram-nos. Num comportamento de passadores de droga!
        Vergonhoso oportunismo comercial, sabendo que muitos alunos não têm mais que dados móveis.
        A NOS é o pior exemplo.

        Gostar

  4. Paulo, não é muito diferente da nossa tortura. A «Coisa» é a mesma o cheiro (desenho) é que é diferente. Entre grelhas semanais, planos para os alunos, horários de estudo para os alunos (sim h+a quem os faça), momentos síncronos, and so on … O céu é o limite. Mas até quem criticou no início, adoptou tudo. São ordens superiores, dizem. Amigos meus que não são professores (cada vez gosto mais deles) e que têm filhos, queixam-se de tantos trabalhos, grelhas e invasões das aulas síncronas. Já começaram a escrever para os Agrupamentos. Pode ser que os oiçam, pois a mim, sou um extraterrestre que se recusa a querer preencher estas coisas. Mas estou a trabalhar com os alunos desde terça. No meio disto tudo, são mais fáceis os alunos do que os colegas.
    Quanto ao ministério, sindicatos e outros que tais, estão mais preocupados em passar a imagem que «Vai tudo correr bem!» (Já vomito) e pouco importados se daqui a uns tempos começamos a meter atestado. Por mim, já faltou mais. E nunca usei isso. Felizmente, nunca tive problemas de saúde, mas começo a não conseguir aguentar tudo isto.

    Gostar

  5. Há uma escola na Póvoa de Varzim que exige que professores, que estão a cumprir todo o horário em aulas síncronas – Teams, só audio – fotografem a presença dos alunos ( vê-se quem está a verde, “on”, que até pode não estar, pois claro!) e se comprove que profe esteve em contacto com eles que também lá esteve, com um printscreen. E esta?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.