5 thoughts on “Não Deixar Ninguém Para Trás – Paulo Antunes

  1. É assunto que sigo com especial atenção devido ao facto de ser coordenador e DT de um curso profissional.
    Ouvi o SE Costa na TV há uns dias, já não sei em que canal, a responder, sobre a prática simulada, assim:
    “Recorremos à prática simulada por verificarmos que é uma prática institucional e internacional”.
    É por este e por outros factos que aponto esta gente como uma corja impreparada e incompetente, perdoem-me. O argumento de autoridade subjacente à tomada de decisão é o que os outros fazem. E mais, internacionalmente. Onde está o método? Onde está a lei?

    Gostar

  2. No final do ano,e pela quarta vez consecutiva,irei apresentar a minha demissão desta responsabilidade de funções.

    Quero ser ,apenas, mais um professor que no final de Abril ou no início de Maio dão por terminadas as suas atividades com as turmas.

    Que não sejam sempre os mesmos,após o término das atividades letivas das turmas, a orientar os alunos para a FCT e PAP até aos últimos dias do mês de julho.

    Gostar

  3. Filhos de um deus menor, bem como os professores das componentes técnicas. Considerados pela generalidade dos colegas das componentes gerais e específicas(classicas) como ZECOS. Mais os Titulares desses grupos( técnicos/tecnologicos), que em concluíu com os sr diretores, substituem professores pelo chamados “Técnicos Especializados”, pessoal obediente, sonegando horários pertencentes aos docentes e ignorando ” as habilitações para a docência”. Evitando assim, que horários vão a concurso e efetive na escola um colega mais graduado. A Escola Pública, é um Bem Publico, mas capturado por grupos fechados, que põe & dispõe a seu belo prazer como se dum quintal privado se tratasse. Há gente que tem mais de 20 anos de poder, só largam o “osso”, quando e a contra gosto vão para a reforma dourada. Tipo” l’ecole c’est moi”, depois deles o diluvio….
    Se um colega se queixar, da usurpação de horário ao ME, este candidamente remete o colega para o Sr. diretor..uma pessoa é condenada na 1a instância, se condenado recorre para a Relação .
    A justiça no ME, ignora a lei geral, um feudo, com os comissários políticos nas escolas.
    De resto o pais, desde finais de século passado, foi tomado por gente incompetente, prepotente e corrupta.. não foi para isto que Abril aconteceu….

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.