18 thoughts on “Adoro! Adoro! Adoro!

  1. Então tu escreves em jornais e etc e vens queixar-te que te limitam a liberdade de expressão?
    Não aguentas as críticas. Que alguém pense doutro modo.
    É esse o teu problema.
    Isso e quando o blog crachou por uns tempos e ai Jazuza que foi censura….

    Censura é o que vais fazer aos meus comentários. Vão para o spam! Isso é que é ser intolerante.

    Gostar

    1. Ora vbem:

      1) Não me queixei de me limitarem a mim a liberdade de expressão. Até porque deixei de comentar onde não sou (nada) desejado, porque coloco “problemas”.

      2) Os meus problemas são outros ;.) . Aguento as críticas, mas seria bom que tivessem argumentos e não apenas azia.

      3) Este blogue, que me lembre, não crashou. No caso do Umbigo, o que se passou não foi propriamente “censura”, foi sacanice.

      4) Não… os teus comentários são um monumento vivo à abencerragem. Ficam aqui muito bem. Continua, camarada…

      5) Tenho uma comentadora e um comentador no spam. Cada qual por suas razões. O segundo por ter ficado triste por não o ter convidado para autor, a segunda porque me tendia a escrever coisas sem vergonha na cara em “espaços” onde pensava que eu não via.

      Liked by 1 person

  2. Ainda não percebi porque é que um notável conjunto de kamaradas assumiu com tão grande fervor a defesa da telescola. Terão saudades de quê, exactamente?

    Gostar

    1. Mas quem é que fala em “fervor”? Isso fica para o 13 de Maio na Cova da Iria.
      Há críticas a fazer? Óbvio. Depende de como se faz essa crítica porque quando para o argumentário são para aqui chamados “Os defensores de Abril ” que afinal, ao que parece, “querem limitar a liberdade de expressão, isso é parvo.
      As “saudades” são as saudades de quem viveu o 25 de Abril e não esqueceu a vida antes.

      Percebeste, anónimo?
      Ou precisas da telescola?

      Gostar

      1. Caro “João”… quando as mesmas pessoas que se ofendem por tudo e nada acerca das comemorações do 25 de Abril (e desconfio que se calhar eu lembro-me, apesar de puto mais dos problemas que muita gente teve antes da revolução do que “joões” que são tão anónimos quanto outros) são as mesmas que não admitem as críticas à telescola ou que em grupos de apoio funcionam como “muralha d’aço” contra qualquer crítica que seja feita a um modelo que só tem de novo os quadros interactivos.
        Percebeste, ou precisas de um desenho na aula de Educação Artística do 1º ao 9º ano?

        Sinceramente, acho que precisas de muito mais para subir de troll a comentador.

        Gostar

  3. Ainda não percebeste também aonde está o problema.
    E avanças, qual Tiago na entrevista com o R.A. Pereira (que também não entendeste muito bem, digo, o programa) a chutar para canto.

    Gostar

      1. Já conheço a teoria da vossa tribo. Tem uma dúzia de anos, porque vocelências são uns asnos que medem tudo pela vossa medíocre bitola de anseios. E mesmo quando percebem que erraram, fazem uma cortina de fumo e negam. (gostas da linguagem? estou quase como um certo governante com o microfone desligado)
        Mas podes sempre tentar aquela aposta na insegurança alheia que tão bons resultados dá comigo.

        Gostar

  4. “Asno” e “Troll”.
    Exemplos de como és incapaz de lidar com qualquer outra opinião.

    Misturar apoios ou críticas à telescola com os “defensores de Abril”, sendo uns a “muralha de aço” e os últimos vítimas da liberdade de expressão, repito, é parvo.
    Tu participas em rádio, TV e jornais. Já te calaram com o lápis azul?
    Recebes críticas (não sei bem quem são), e depois?
    Aguenta. Vem com a liberdade de expressão e opinião.

    Gostar

  5. Caro “João”, “Pedro”, etc… como é óbvio trata-se da Fernanda (Costa) que é uma das pessoas spamadas, não por questões de liberdade de expressão, mas sim por ser uma alguém a quem – e já o repeti tanta vez – não desculpo certas afirmações feitas em outros tempos, quando achava que eu estava de costas. Tendo agora poiso residente em outro blogue, mais amigável, pensei que tivesse curado a obsessão doentia comigo.

    Sim, a minha porta volta a estar fechada e não adianta mudar de nick, mail ou IP. O “aroma” é sempre o mesmo, de despeito.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.