E O Próximo Ano Lectivo?

A crónica mensal, mais longa dos que os verbetes diários, com propostas que, já sei, os situacionistas dirão que não foram feitas. Ou que nem interessam a ninguém, porque o que lhes interessa é a encenação de uma pseudo-novo paradigma.

A multiplicação insana de novos mecanismos de controle do trabalho docente e de representação dos actos pedagógicos ganhou em algumas “unidades orgânicas” um nível inaudito de desvario. Ou as novas tecnologias servem a Educação e os seus agentes ou servem apenas para uma nova forma de servidão laboral, só que com o verniz da modernidade digital.

(…)

Porque o modelo hierárquico de liderança, baseado na nomeação e fidelidade, aliado a esta forma de decidir tudo à distância, também acentuou o que de pior tinha a lógica neo-feudal de governação das escolas e agrupamentos. Também aqui a retórica das boas enunciações acerca do “trabalho colaborativo”, da “partilha dos materiais e métodos de trabalho”, da “cooperação” não tem qualquer correspondência na prática, porque o que tem acontecido é – com naturais, honrosas e admiráveis excepções – que grupos pequenos e cada vez mais estanques têm assumido o domínio total das decisões tomadas, raramente reagindo bem a críticas ou pedidos de “aclaramento” dos procedimentos. 

(…)

Um “novo paradigma” não pode ser o mesmo de sempre em termos de procedimentos + computadores + sessões à distância em sincronia. Caso contrário é apenas o velho paradigma com roupagens novas.

pg contradit

13 thoughts on “E O Próximo Ano Lectivo?

  1. Gostei muito de ler este texto do PG.

    Estou convencido que o próximo ano lectivo já está a ser preparado. Nos bastidores, claro está. Com o beneplácito de alguns directores escolhidos a dedo.
    Acredito que a Escola Pública é, neste momento, um gigantesco laboratório onde os alunos e os professores são as cobaias de um plano que o ME pretende implementar a partir de Setembro.
    Este prolongamento do ano lectivo até 26 de Junho também deve ter algo a ver com esta experiência.

    Liked by 1 person

  2. No dia 1 de junho, vão reabrir:
    – tascos;
    – cafés;
    – grandes superfícies;
    – cinemas;
    – teatros;
    – futebol.

    Assim sendo, em setembro o ano letivo iniciar-se-á como sempre…

    Isto, se o coroinha não decidir atrapalhar a vida do Costa… e sobretudo a nossa.

    Liked by 1 person

  3. Este artigo é digno de preencher um espaço nobre na imprensa escrita nacional de referência.
    Claro, abrangente e muito assertivo.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.