A Não Esquecer

A petição, no site do Parlamento e não em outros suportes sem grandes consequências oficiais, pela não reabertura das aulas pode não ser discutida na próxima semana, mas está a pouco mais de 150 assinaturas de levar os seus promotores a ser ouvidos. A seguir a um like ou a uma partilha, assinem, até porque agora não vale dizerem que não percebem nada de plataformas, mesmo as confusas como a da AR. E mesmo que sejam exclusivamente “básicos” como eu, não é razão para ignorarem o assunto. Até porque há que, do activismo militante nestas coisas, tenha passado para uma assinalável apatia cívica. Quiçá à espera que compense.

exclama

27 thoughts on “A Não Esquecer

  1. Os incansáveis dirigentes do #EstudoNaVenda acabam de concretizar uma ideia que há muito lhes bailava na cabeça : instalar na “unidade orgânica” um (presencial) workshop de quiromância, capaz de lançar no mercado laboral uma geração de quiromantes dotados das “competêncas” adivinhatórias necessárias para desmistificar as predições que uma caterva de opinantes por aí semeia.

    Porventura abençoados pelo lema dos Comandos ” a sorte protege os audazes “, os audazes mentores tiveram a sorte e a recompensa de contar com os bons-ofícios de uma certa etnia sediada na planície – eximia cultora daquela pseudo-ciência.
    Na sequência do tratado de cooperação firmado com o patriarca, uma velha e icónica gitana , contratada a recibos verdes, teve a honra de presidir à sessão inaugural do “projecto” e … prefigurando uma lição de sapiência , propõe-se “ler a sina” à dona Rosa, antiga regente escolar e eterna directora do Agrupamento de Escolas de Traseiras de Judas.
    Solícita e muito ciosa de si, a ocasional figurante exibe as linhas da vida que trazia impressas na palma da mão, escutando da anciã subliminares referências à sua personalidae e quotidiano : as invejazinhas da cunhada; os achaques físicos e sentimentais do coração ; a veia de ressabiada, incompetente e mandona.

    Finda a prelecção, quem não se mostrou nada indiferente à retórica foi o ex-marido da soberana.
    Sabendo por experiência própria o que a casa gasta, e sem que alguém o inquirisse, rebenta: ” C`um c…lho! Agora digam que a quiromancia não é uma ciência! ” .

    Gostar

  2. Isso mesmo.
    Divulgar e… assinar!

    Quem não assinou porque coiso e tal perde, a meu ver, uma excelente oportunidade de fazer com que a sua voz não se resuma a umas quantas lamentações (anónimas) pelas caixas de comentários…

    Gostar

      1. Carlos,
        Também já me lembrei dessas contagens.
        No tempo da ” Educação do Meu Umbigo “. Velhos e bons tempos. Grande “Umbigo ” , tempos extraordinários de unidade e força colectiva.
        Bons tempos !!!
        A nossa melhor companhia ? O ” Umbigo ” !!!

        Gostar

  3. Exmo(a). Sr(a).
    o estado da petição Por que não devem reabrir as escolas para o ensino secundário foi atualizado para:
    Apresentada à A.R.

    Para aceder aos detalhes clique aqui.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.