Resumo Do Momento Político

O Centeno está farto disto e sabe que, em tempo de vacas magras, se perceberá que ele é mais troikista do que o Gaspar e a Maria Luís juntos. Basta ver a “reversão” que “repôs rendimentos”, rapidamente sacados por via fiscal.

O Costa, António não gosta de parecer que não é ele que manda mesmo, mesmo quando não manda mesmo em vastas áreas da governação. E quando tem de dar a cara por coisas lamentáveis como a alimentação a ouro líquido, da banca e afins.

O Marcelo gosta de aparecer como o grande conciliador, mas com um toque de severidade, que – como uma espécie de patriarca bíblico com um pé no Antigo testamento e outro no Novo – castiga as más práticas com palavra, mas recompensa o arrependimento com afectos.

O resto são figurantes, abaixo de actores secundários, da situação à anémica oposição, não esquecendo os geringonceiros órfãos, que se tentam posicionar o melhor possível para apanharem as migalhas de notoriedade pública que lhes possa garantir carreira futura quando os outros se reformarem ou forem à vida deles, além-fronteiras.

marioneta-de-madera

3 thoughts on “Resumo Do Momento Político

  1. Concordo com a análise: Simples e competente como a mecânica alemã.

    Quanto ao Marcelo: Ao vê-lo, há sempre um murmúrio que me grita: ‘Este caramelo nunca me enganou’.

    Será algum problema meu? Hum? Uma esquizofreniazinha, uma depressão por confinamento, uma malapata de algum bruxo….

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.