Quase O Fim Para Alguns Alunos

Os do Básico e do 10º. A quem ainda faltam as matrículas e mais uma série de coisas interessantes como devolver os manuais que deveriam usar para o ano, para a tal “recuperação das aprendizagens”. Para os professores começa a saga das reuniões, que podem ser muito simples, mas que há quem ache que se não for complicado, longo e chato não é a mesma coisa.

Para os alunos do 11º e 12º, bem como para os professores do Secundário, tudo está muito longe de terminar. Estou particularmente curioso com os procedimentos quanto à realização dos exames e respectiva classificação. Devem ver para aí dezenas de páginas de regras, guiões e mesmo tutoriais.

Há “infernos” que duram a quase eternidade.

Bigorna

(o que vale é que, na mente delirante de alguns, que nunca desmentiram as baboseiras, os professores são regiamente pagos por cada exame…)

 

5 opiniões sobre “Quase O Fim Para Alguns Alunos

  1. É mesmo uma grande fantochada. Toca a devolver já os manuais que deveriam utilizar na – (recuperação de aprendizagens) – no próximo ano…
    Nunca ” bate a bota com a perdigota ” !!!

    Gostar

  2. A febre das assinaturas

    Educação Especial (EE) : aposto que o legislador do 54 teve por perto a 51 – cachaça brasileira que possui esta inspiradora marca.

    Não fora a enebriante companhia da garrafa, e alguém com uma réstia de sensatez encontraria justificação para cravejar com uma dúzia de assinaturas uns vulgares e inconsequentes papéis com que são brindadas crianças NEE ( relatórios de” monitorização”, PIT, RTP, etc) ?
    Ora atentemos no impensável número de entidades convocadas para aporem o rabisco – respirem : o professor (a) de EE : outros docentes; o director de turma; uma criatura da chamada “emaei” ; o psicólogo; os terapeutas disto-e-daquilo; o presidente do CP; o director – que homologa (!) a coisa; o encarregado de educação; a própria criança (!) se souber escrever. Uff !
    E o calvário para”recolher” tanta assinatura? E o tempo ingloriamente gasto? E a despesa com resmas e resmas de papel?

    Ninguém vê “isto” ? Ninguém reage, face a tamanha enormidade?

    Gostar

  3. Na minha escola metemos no Facebook e pedimos a todos os intervenientes no processo para fazerem like.
    Para não perturbar a confidencialidade, toda a gente, alunos incluídos, aparece com pseudónimo.
    Contratámos um parapsicólogo espanhol e desapareceram os NEE mais depressa que os mortos da Covid em Madrid.
    Ainda pensámos se valeria a pena fazer o processo em regra e colocar assinaturas digitais. mas isso roubava tempo aos nossos deveres para com as redes sociais, agora alargadas aos alunos.
    É claro que as avaliações seguem um processo similar: contabilizamos os likes que os alunos recebem nas redes e damos notas na escala de 0 a 100 likes.

    Gostar

  4. Notícia de abertura do telejornal das 13h e 17min. : o PR e o PM coraram de vergonha por constatarem, – tarde e a más horas – que os Dec-Lei publicados no Diário da República têm apenas duas ou três assinaturas.
    Correram a felicitar o ministro Tiago por ter conservado a miríade de rabiscos em tão sagrados “documentos”. Assim “équié”, disseram eles.

    Gostar

  5. A norma que todos os anos enquadra os exames não é muito diferente da de anos anteriores. Já participei na reunião geral que a norma exige que se efetue e não descortinei grandes diferenças a não ser o distanciamento entre os presentes. Há uma plataforma nova para os classificadores ( tem a ver com a estrutura, também ela nova, dos exames). De resto poucas alterações.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.