Uma Pessoa Sensata

25 de Janeiro:

O presidente do Lloyds Bank, que se tornou uma voz importante na defesa de melhores condições para assegurar a saúde mental no local de trabalho, recordou à BBC o seu próprio caso de ‘burnout’ e deixou um conselho: “Os períodos de alta performance laboral devem ser conciliados com períodos significativos de descanso”

6 de Julho:

O presidente executivo do Lloyds, António Horta Osório, anunciou a saída do banco inglês em junho do próximo ano, ao fim de 10 anos na instituição.

Numa nota de imprensa, o Lloyds Banking Group realça que Horta Osório entende que “as pessoas não se devem perpetuar nos cargos, para benefício das instituições e dos próprios”.

Mas por cá, o benefício d@s própri@s ultrapassa qualquer outro (atrofiamento).

Thumbs

11 thoughts on “Uma Pessoa Sensata

    1. Deve ser para rir. As universidades inglesas transformaram-se num negócio desde que a Tatcher as descapitalizou. Vivem em grande parte da captação de estudantes estrangeiros. As turmas estão sobrelotadas e o presencial está longe da qualidade de outrora. Um grande número de alunos foi infectado e desses muitos não sabem o que tiveram. Daqui a anos veremos se as sequelas são significativas.

      Gostar

    1. Concordo , Paulo.
      Começam os compadrios , os jogos de interesse , as ” falsas ” importâncias ,as falsas palmadinhas nas costas , os sorrisos a metro … e quem detém o poder começa a achar – se muito importante.

      Liked by 1 person

  1. Paulo Guinote, pior do que a perpetuação dos cargos, o que se verifica atualmente é que os pressupostos para se “chegar” a um cargo de decisão nas escolas, são precisamente contrários àqueles que seriam necessários/desejáveis para que esses cargos pudessem ser exercidos com competência.

    Gostar

  2. Só agora, Paulo?! Bom para si.
    Noutros locais há já muito tempo assim acontece…se bem percebi.
    Em muitos pontos deste país o caráter não está atrofiado, “evoluiu”…para
    MAU.

    Gostar

      1. O pior disto tudo é que só há túnel. Não existe luz. Até consta que lhes vão pagar os dias de férias, supostamente não gozados!!!!!l Numa repetição da estratégia da famigerada MLR, quando lhes ofereceu chorudos aumentos, em tempos de cortes brutais a todos, e cargos vitalícios.
        Assim se sustenta uma fidelidade canina.

        Gostar

  3. Os 15000 postos de trabalho que o plano de reestruturação desta pessoa sensata eliminaram em 2011 enquadram-se nesta defesa de melhores condições de saúde mental no local de trabalho. Conciliou-se um aumento significativativo dos períodos de descanso com as exigências de um período de alta performance laboral.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.