Inadmissível A Vários Níveis…

… e não me venham com o exemplo do Pinto da Costa e toda a sua corte de políticos nacionais e locais, porque para mim não é nenhum bom exemplo.

Com que então, PM e presidente da CML vão para a Comissão de Honra da re-re-re-candidatura de Luís Filipe Vieira, mesmo sabendo-se das dívidas mal paradas que, como “empresário”, tem à banca?

12 thoughts on “Inadmissível A Vários Níveis…

  1. É mesmo verdade que o primeiro ministro deste país, onde todos nós pagamos a fatura do Novo Banco que decorre de os vieiras que para aí vivem livremente se apoderam do dinheiro dos outros, integra a comissão de honra da candidatura desse cidadão exemplar e sem mácula?
    Digam-me p.f. que é mentira!

    Gostar

  2. Inadmissível e vergonhoso.
    Aproveitarem – se da essência gloriosa do S.L.B. , do seu enorme número de adeptos e …deixa lá ver se ninguém dá por isso . Ou dá mas fica calado.
    Toca a arriscar … O Glorioso é e será sempre o Glorioso e nada tem a ver com o seu actual presidente e com estes outros cromos da bola.

    Gostar

  3. Calma aí. O Primeiro Ministro António Costa não faz parte da Comissão de Honra da lista do Vieira. Quem faz parte da Comissão é o cidadão e benfiquista António Costa.

    Gostar

  4. O que foi? Acordaram agora porque de trata do Vieira e do Costa?

    Só agora é que deram poe isto? Anda tudo a dormir! O Vieira limitou-se a fazer o que todos fazem. A indignação é que brota à conveniência.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.