Subscrevo

“(…) a vida é melhor do que a morte, a saúde é melhor do que a doença, a abundância é melhor do que a escassez, a liberdade é melhor do que a coerção, a felicidade é melhor do que o sofrimento e que o conhecimento é melhor do que superstição e a ignorância.” (Steven Pinker, Enlightenment Now – The Case for Reason, Science, Humanism and Progress. New York: 2018, p. 453)

(parece óbvio? pois…)

9 thoughts on “Subscrevo

  1. A maior destruição de riqueza do milénio em Portugal e o COVID não teve a culpa desta vez.

    “Banco de Portugal destruiu 950 milhões de euros em notas de 500” (Público)

    Liked by 1 person

  2. Loucura na Planície

    O boletim mensal da Paróquia de Nossa Senhoras das Alcoviteiras, na vila de Traseiras de Judas, publicita um texto da autoria do pároco no qual se exortam os fiéis a abandonar os seus projectos de emigração. Ao que parece, tem havido enorme afluência ao serviço de apoio ao cidadão, localizado na venda de Joaquim da Coxa, onde os fregueses requerem a emissão de passaporte com carácter de urgência. O excesso de serviço levou o comerciante a aceitar os serviços temporários de três beduínos recentemente desembarcados no Algarve, para que se possam cumprir os prazos legais previstos para a emissão deste tipo de documento.
    No seu editorial, o boletim da paróquia assegura a todos os traseirenses que a notícia que deu origem a esta inusitada movimentação é totalmente infundada. De facto, assevera o padre, o país das maravilhas onde todos os dias se investe no bem estar do cidadão, se controlam pandemias e se faz a sociedade funcionar sem mesmo precisar de ir insultar a mãe do árbitro a seguir à comunhão dominical, é uma ficção televisiva, protagonizada por quatro actores manhosos (um dos quais especializado em lágrimas de crocodilo), que só existe durante meia hora às segundas, quartas e sextas, em alternância com as prédicas do Presidente do Portugal dos Pequeninos. Não está portanto justificado, acrescenta o prior, este desejo de debandada da planície rumo ao país que se publicita nessa novela trissemanal.
    O pastor do rebanho em vias de se tresmalhar pede encarecidamente a todos os fiéis, e mesmo àqueles que não abdicam de dar a sua facadinha, que retomem o seu espírito e não se fiem noutras que não na Virgem padroeira daquela localidade.

    Gostar

Deixe uma Resposta para Morgado da Herdade da Rola Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.