Opiniões – Jorge Santos

O Ensino e o Coronavírus. Medidas diferentes para a mesma realidade pandémica?!

Um apelo às personalidades mais esclarecidas deste País

No Agrupamento e na localidade onde dou aulas, existem mais de uma dezena de pessoas que (infelizmente) foram infetadas. Estiveram em contacto com os professores, os professores com os alunos e estes com familiares, assistentes operacionais, funcionários de vários serviços e vice-versa.

Aproxima-se em força a 2ª vaga (ainda que para uns já vamos na 3ª ou 4ª vaga) ou surto pandémico em grande força, coincidente com o vírus da gripe, resfriados, alergias, sinusites, rinites, asma, alergias aos pólenes, et cetera. Quando se unir ao coronavírus, já ser um cocktail “explosivo”. E as sequelas de quem positiva ou assintomaticamente acusou ser portador do coronavírus, quais serão daqui a 10, 15 ou 20 anos? Quanto vão custar ao próprios e ao erário público?

Os líderes mais prudentes, sempre atuaram baseado no “mais vale prevenir, do que remediar” e desenharam políticas e decisões para “ontem” e não para “amanhã”!

Os enfermeiros (sempre na primeira linha da frente), os médicos e os bombeiros andam exaustos, e ainda “a procissão vai no adro.”!

A Depressão Bárbara, está a passar por Portugal. Muitos vão-se constipar!

Os Pastorinhos de Fátima, Francisco Marto e Jacinta Marto, morreram antes dos 13 anos!

Volto a repetir, que a segunda vaga da Pneumónica ou da Gripe Espanhola, foi mais avassaladora, do que a primeira!

Não percebo algumas autoridades do meu País, ao não encerrarem algumas Escolas ou Agrupamentos, onde se verificaram pelo menos (para já) 4 casos positivos!

Quem poderá afirmar com toda a certeza, que os casos já não estão desatualizados?!

Encerrem-se temporariamente as Escolas ou Agrupamentos, 10 ou 15 dias. Retorne-se ao Ensino à Distância, para salvaguarda de todos, durante esses 10 ou 15 dias.Sei que dificilmente o Governo assumirá tal posição, pois é muito comum nos Agrupamentos a Net “ir abaixo” e os professores terão que usar os seus “PC’s” pessoais.

Também constato que pelo menos metade ou mais dos Diretores (as) dos Agrupamentos, não anda de sala em sala a dar aulas. Estão mais “refugiados” nos seus gabinetes. Quando muito têm uma turma. É claro que não ponho todos os Diretores no “mesmo saco”.

Outro dado relevante é que não existem ventiladores nem cama de cuidados intensivos para todos! As autoridades mais responsáveis desloquem-se ao “terreno”, entrem nas enfermarias e nos hospitais, vejam com os próprios olhos (mas protegidos) e não se limitem a opinar com base em relatórios que lhe chegam aos computadores ou por câmaras de videovigilância!

Já agora, alguém que explique porque é que no ensino universitário existem dias ou semana em que há aulas de Ensino à Distância, seguido de Ensino Presencial, para depois voltarem ao Ensino à Distância? Estarei mal-informado? Os meus ex-alunos, dizem-me que não!

Como o Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos afirmou há dias: “Se a saúde falhar, falha tudo o resto.”

Reitero, “mais vale prevenir do que remediar”, numa altura em que Portugal, a Alemanha, a França, a Espanha, o Reino Unido, a República Checa, a Itália, etc, voltaram a bater novos recordes nos últimos cinco dias!

Um cidadão preocupado.

JSantos

One thought on “Opiniões – Jorge Santos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.