Basta Lembrar Que Ninguém Previu O Presente

A conferência internacional online organizada pela Virtual Educa acontece nesta segunda e terça-feira. Ministro da Educação será um dos oradores. Especialistas prevêem modelos de ensino “híbridos” e personalizáveis, apontando ainda que o acesso à Internet deve ser gratuito na educação.

Eu sei que é indispensável “prospectivar”, “cenarizar”, “perseguir a utopia” e demais verbalejos e expressionismos assim a atirar para o espingardoso, mas a realidade é que se oscila muito entre a recuperação de fórmulas do passado que nunca se comprovaram e um tecno-entusiasmo que só será acessível a elites ou parcelas reduzidas da população (até as salas com pufes devem ter chegado a zero vírgula quantos por cento de alunos).

A iniciativa tem grande aparato (a Virtual Educa parece ter ambições globais pelo menos para o mundo latino-americano), mas basta chegar à intervenção do ministro Tiago (‘Educação pública: o motor da mudança em Portugal’, aqui perto da hora de “directo”) e ficamos logo a perceber que é apenas outra oportunidade para mais do mesmo, agit-prop com cheirinho a patchouly, muitos clichés digitais e esbracejamento a gosto. Espremendo, é de uma pobreza confrangedora.

One thought on “Basta Lembrar Que Ninguém Previu O Presente

  1. As previsões estavam aí para quem as quisesse ouvir. Dá é trabalho planear com base na mera possibilidade de ocorrer e parece esforço desnecessário a quem quer passar fugazmente por cargos executivos só para garantir a gaiola dourada.
    Não é a primeira vez que há uma epidemia (nem uma pandemia, porque as epidemias de outros tempos chegaram a todo o mundo conhecido e o resto não contava), não é a primeira vez que temos catástrofes naturais em catadupa (ou alterações climáticas), não é a primeira vez que temos uma mudança no equilíbrio geo-estratégico e não será a última vez que teremos uma revolução tecnológica.
    Enquanto nos continuarmos a governar pela lei da inércia teremos sempre surpresas e imprevistos que servem de desculpa.
    Entretanto, algures numa garagem perto de nós estará algum original a preparar a próxima grande surpresa para a qual não nos preparámos. E assim iremos andando. Aos solavancos.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.