Quanto Custa Um Orçamento?

Pouco. Apenas uma leitura extremamente literal da lei, ao contrário de interpretações criativas em outras situações. Fazendo as contas, ficou na folga das cativações.

(não sei se notam o desvio à direita da imagem… se calhar fui demasiado subtil e precisei desta legenda que a malta anda mesmo mal em termos de literacia sarcástica)

3 thoughts on “Quanto Custa Um Orçamento?

  1. Enquanto os jornais digitais anunciam equivocadamente “Revelada a causa da morte da Maradona” e insistem em improváveis nexos (“Revelada a causa da morte da lenda do futebol Diego Maradona” “Craque argentino tinha 60 anos”), o boletim da Junta de Freguesia publica uma entrevista com o seu presidente.

    Jornalista: Sr. Presidente, poderia fazer um balanço do impacto da pandemia em Traseiras?
    Joaquim da Coxa: Como é referido pela Drª. Ministra, é muito cedo para balanços. Só no final da pandemia poderemos apresentar contas. As contas que se fazem por enquanto servem para entreter o pagode. Mas o certo é que ainda não morreu ninguém com tosse aqui na paróquia.
    Jornalista: Tem alguma explicação para esse facto?
    JC: Explicações, como é referido pela Drª Directora da Saúde, são aprendidas de novo todos os dias, pelo que se me entrevistar amanhã pode ser que lhe diga o contrário. No entanto, a pronta actuação do funcionário local da Junta Autónoma dos Carreiros parece não ser alheia o referido facto.
    Jornalista: Não compreendi, Sr. Presidente. Quer dizer que a saúde dos traseirenses está entregue a calceteiros?
    JC: A saúde de toda a população, pelos vistos, está! A dos traseirenses está entregue ao pároco, que faz de endireita, a uma cidadã brasileira que aqui montou farmácia e à benevolência do Xavier taxista, que acode a meio da noite a alguma aflição e leva os velhotes às urgências lá na vila.
    Jornalista: E qual é então o contributo do calceteiro?
    JC: O Carlos Picaretas zela pelo cumprimento do distanciamento social. Quando o distanciamento diminuiu ele tinha instruções minhas para arrotear uns dez metros de alcatrão de cada lado nos acessos à aldeia.
    Jornalista: Mas isso não perturba o abastecimento da freguesia em bens essenciais?
    JC: Em bens essenciais não, porque a aguardente que aqui se vende é de produção local, o porco é desmanchado e congelado aqui mesmo e há hortas para o caldo da velhada. O que afecta é o abastecimento de óleos essenciais, quer os que a nossa farmacêutica vende na botica, quer os que se vertem nos tratores para aligeirar a fadiga dos homens. É que ainda não temos produção de petróleo local e os motores engasgaram-se quando tentámos usar a aguardente do Morgado para os alimentar. Mas já organizámos o transbordo do camião cisterna para a bomba nas traseiras da venda, usando os préstimos dos nossos burros ajaezados com pipas.
    Jornalista: Quer então dizer que, em plena revolução digital, Traseiras regressa ao passado e tenta isolar-se do Mundo?
    JC: Talvez o compadre não tenha ainda percebido, mas é o Mundo que se isola de nós. Com o negócio na venda, os emails do Presidente da Câmara para responder, algum trabalho na horta e os ensaios de Cante, já não tínhamos vagar para ir ter com o mundo. O que mudou é que agora ele já não vem ter com a gente pelo seu próprio pé. Como diz o Dr. Primeiro-Ministro, ninguém estava preparado para esta contrariedade. É portanto previdente manter um distanciamento ao novo normal, antes de ter a certeza que não faz mal à saúde da velha Humanidade.
    Jornalista: Não receia, Sr. Presidente, que Traseiras venha a ficar para trás?
    JC: Se o caminho for seguro, a demora em voltar a colocar alcatrão não é muita. Em precisando de voltar para trás, seremos os primeiros da fila!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.